Novo herói da garotada vascaína

Decisivo no clássico, Jhon Cley faz a alegria dos pequenos

Por O Dia

Jhon Cley foi responsável por alegria de vascaínoReprodução Facebook

Rio - Herói improvável no clássico em que o Fluminense coloriu o Maracanã de verde, branco e grená para a apresentação de Ronaldinho Gaúcho, o garoto Jhon Cley mostrou que tem futebol e estrela para ir muito mais longe. Se não bastasse a atuação de gala e o golaço que decretou a vitória vascaína contra o rival, por 2 a 1, o jogador também tem brilhado nos bastidores. Recentemente, fez algo incomum no mundo dos boleiros. Foi o grande responsável pela alegria de um pequeno torcedor vascaíno de Vila Isabel, que queria presentear o goleiro Martín Silva com um desenho.

“Eu queria levar o meu filho a São Januário para ele conhecer o Vasco e presentear o Martín Silva. Consegui o Facebook do Jhon Cley e pedi sem a menor pretensão para ele dar essa alegria a meu filho. Ele não só respondeu, como levou o Luizinho ao vestiário, tirou fotos dele com outros jogadores e fez até vídeo”, relembra João Luiz Montano, torcedor apaixonado do Vasco.

O menino Luizinho com o goleiro Martín Silva%2C a quem entregou um desenhoReprodução Facebook

Para a surpresa de João, Jhon Cley foi além. Convidou pai e filho a assistir ao treino e depois até ofereceu carona, deixando a dupla na porta de casa. “Ele foi muito legal, me levou para tirar as fotos e ajudou a entregar o desenho que fiz para o Martín Silva”, conta feliz da vida o menino Luizinho, de 6 anos, que passou a ser fã de Jhon Cley.

A atitude não surpreendeu os primeiros treinadores do meia. O técnico Gaúcho, que o promoveu dos juniores, é só elogios ao camisa 7.

“Jhon Cley sempre foi bom garoto. Trouxe a família, que era bem humilde, de Brasília para ficar perto dele no Rio”, elogia. Dentro de campo, ele também não decepcionou. “Sempre apostei nele, que me lembrava muito o Carlos Alberto no início da carreira. Tem muita força física, bom drible e chuta bem. O gol que fez no clássico, já tinha feito antes na Taça BH de Juniores”, ressalta Gaúcho.

Seu descobridor, o ex-lateral do Vasco Ferreira, com quem Jhon Cley morou durante 40 dias em Ribeirão Preto (SP) antes de ir para o clube, também aposta no pupilo: “Não me surpreende o sucesso dele. Tem muita qualidade e ainda dará muitos frutos”.