Antes barrados no Vasco, Martín Silva e Dagoberto ganham chance com Roth

Dupla volta ao time titular no jogo contra o Joinville

Por O Dia

Rio - Ao perceber o baixo rendimento de Martín Silva e Dagoberto na partida contra o Palmeiras, o técnico Celso Roth não teve dúvidas: ainda no intervalo, decidiu sacar a dupla. O comandante, entretanto, não imaginava que a repercussão de sua atitude não seria das melhores. Se não bastasse deixar o grupo contrariado, ele também foi alvo de ataques públicos do empresário do goleiro. Mas, duas semanas após a polêmica, chegou a hora de Celso Roth dar nova chance à dupla.

Celso Roth minimiza polêmica e aposta em Martín Silva e DagobertoDivulgação

Titular absoluto desde que chegou ao Vasco, ano passado, Martín Silva voltava após quase dois meses parado - além de ter sido convocado para disputar a Copa América pelo Uruguai, ele sofreu uma lesão no tornozelo direito. Sem ritmo, falhou nos três gols que sofreu. Apagado, Dagoberto teve atuação igualmente abaixo da expectativa.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Vaiados pelos torcedores, Celso Roth decidiu tirar a dupla ainda no intervalo. E foi além. Nem sequer a utilizou no jogo contra o Corinthians, em São Paulo - Martín Silva nem viajou. Sua atitude abriu margem para questionamentos. Em seu perfil em uma rede social, o empresário do goleiro, Régis Marques, fez duras críticas ao comandante, a quem chamou de “ruim”, “arrogante” e “covarde”.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Brasileiro

Nesta sexta-feira, ao falar sobre a provável volta de Martín Silva e Dagoberto, que treinaram esta semana entre os titulares, Roth amenizou a situação.

“Quem criou a polêmica foram vocês (imprensa), que deram ouvidos a quem não deveriam. Martín Silva teve tempo para treinar, se mostrou mais bem preparado tecnicamente, respondeu bem aos trabalhos, aos treinos específicos e deve voltar ao time, pois disse que ele voltaria assim que recuperasse a forma”, afirmou.

Roth ainda acrescentou: “Tirei o Dagoberto daquele jogo contra o Palmeiras. Por opção tática e por não achá-lo tão veloz, não o coloquei contra o Corinthians, que tem uma marcação muito forte. Não existiu nada além disso. A possibilidade de ele voltar ao time agora é real”, despistou.

Como tem acontecido nos últimos dias, o Vasco treinou com portões fechados e o técnico não deu pistas da escalação da equipe titular.

Acerto com chileno está bem próximo

Na semana em que reforçou o setor ofensivo com Nenê e Jorge Henrique, que deve ser apresentado nos próximos dias, a diretoria do Vasco também trabalhou para fortalecer a defesa e está muito perto de acabar com a carência na cabeça de área. Ciente de que Celso Roth solicita um primeiro volante, o clube deve anunciar o chileno Felipe Seymour, que não tem sido aproveitado pelo Cruzeiro.

Disposto a se livrar do atleta, a Raposa, inclusive, já teria aceitado encerrar o vínculo para liberar a transferência. No Vasco, quem tem desempenhado a função de forma improvisada é o zagueiro Anderson Salles.