De ânimo renovado, Vasco enfrenta o Figueirense no Maracanã

Jorginho muda o astral e o espírito do grupo, que espera retribuir o carinho do técnico com uma vitória neste sábado

Por fabio.klotz

Rio - De ânimo renovado depois de eliminar o arquirrival Flamengo na Copa do Brasil, o Vasco encara o Figueirense neste sábado, às 18h30, no Maracanã, tentando manter a pegada e a concentração demonstradas no clássico para fazer as pazes com a vitória no Campeonato Brasileiro. Sem vencer há seis jogos e na lanterna da competição, a maior esperança do técnico Jorginho é ver o seu time em campo com espírito vencedor.

Nenê é a esperança de criatividade no meio de campo do Vasco contra o FigueirenseMárcio Mercante / Agência O Dia

“Agora, o time está mais organizado dentro de campo, mais concentrado e com muita vontade de mudar a história. O Jorginho tem trabalhado muito bem isso. Focar a vontade de todos os jogadores dentro de campo apenas na bola e em mais nada. Esquecer o juiz, a torcida, e essa ansiedade de querer ganhar logo. Ele está mudando a coisa para o lado certo”, disse o goleiro Martín Silva, único jogador que falou após o treino desta sexta-feira, em São Januário.

TEMPO REAL: Acompanhe, lance a lance, o duelo do Vasco com o Figueirense

Se a era Jorginho ainda é muito curta para se fazer projeções - foram apenas três jogos, com uma vitória, um empate (ambos com o Flamengo pela Copa do Brasil) e uma derrota (por 3 a 0 para o Goiás, no Brasileiro) -, a mudança no astral dos jogadores já impressiona. Apesar de o risco de rebaixamento ser de 95% segundo os matemáticos, a esperança por dias melhores está no semblante de cada atleta. Que o diga principalmente Martín Silva. Após um momento conturbado com o ex-técnico Celso Roth, o camisa 1 agora é só sorrisos.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

“Jorginho está nos ajudando muito. Está fazendo um trabalho muito bom na parte motivacional, passando coisas importantes dentro de campo. No meu lado pessoal, estou muito confortável com o jeito com que ele trabalha, e ele também. O grupo todo está muito contente em seguir o segundo turno do Brasileiro”, afirmou o uruguaio.

Para aproveitar os bons ventos e iniciar a grande virada, é preciso vencer neste sábado à noite e provar que o Vasco não está morto no Brasileiro.

Mudanças forçadas no time

O Vasco terá três desfalques importantes no jogo de hoje contra o Figueirense. O zagueiro Rodrigo e o atacante Jorge Henrique estão suspensos e não jogam. Para piorar, o lateral Madson sofreu um estiramento na coxa esquerda e foi vetado pelo departamento médico.

Sem o trio, o técnico Jorginho deve optar por Luan, o talismã Rafael Silva e Jean Patrick, respectivamente. No treino fechado desta sexta-feira, o técnico testou algumas mudanças. O apoiador Andrezinho, recuperado de uma lesão no joelho direito, ficará como opção no banco, ao lado de Herrera, que voltou a ser relacionado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia