No Vasco, Dagoberto pede afastamento temporário e abre mão de salário

Atacante vai realizar tratamento para se livrar de dores e avisa que vai cumprir o contrato com o Gigante da Colina até o fim

Por O Dia

Rio - Contratado como reforço de peso, Dagoberto não rendeu o esperado com a camisa do Vasco. Nesta sexta-feira, via assessoria de imprensa, o atacante comunicou que pediu um afastamento temporário do clube para fazer um tratamento para melhorar sua condição física. De acordo com a nota, Dagoberto irá cumprir o contrato, que vai até o fim do ano, com o Gigante da Colina.

Dagoberto fez apenas 18 jogos e um gol pelo VascoAlexandre Brum / Agência O Dia

De acordo com o comunicado, Dagoberto sofre com algumas dores desde o jogo contra a Ponte Preta, no dia 3 de junho. Ele fez um tratamento, voltou a jogar em julho, mas as dores não sumiram. Desta forma, ele solicitou para se afastar e se tratar. Neste período, ele pediu para não receber salários do clube.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

"Queria muito estar dentro de campo ajudando meus companheiros neste momento tão complicado, mas, infelizmente, não estou conseguindo por causa de algumas dores. Por respeito ao Vasco da Gama, seu presidente e sua gigante torcida, optei por abrir mão dos meus vencimentos até que eu esteja novamente apto a entrar em campo e contribuir da maneira que o clube merece", afirmou Dagoberto, que disputou 18 jogos pelo clube e fez um gol.