Por jessica.rocha

São Paulo - A fé de Jorginho é inabalável e faz o treinador do Vasco ter convicção de que o time pode fugir do rebaixamento no Brasileirão e, ao mesmo tempo, conquistar mais um título no ano. A certeza, entretanto, já não é a mesma quando o assunto é a manutenção de seus principais jogadores nesta quarta-feira, às 22h, contra o São Paulo, no Morumbi. Ciente de que a equipe vem em uma sequência desgastante, o comandante mantém a cautela no duelo pela Copa do Brasil.

Jorginho faz mistério na escalação do VascoDivulgação

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Mesmo tendo equipe com média de idade elevada (29 anos), os jogadores aumentaram a dúvida de Jorginho ao pedirem para entrar em campo. Nas palavras do apoiador Nenê, “todos são fominhas e querem ajudar”. A comissão técnica, porém, tem avaliado o risco de perder suas principais peças por lesão.

“A gente tem conversado sobre isso. Sabemos que o cansaço só bate após 44 horas de um jogo. Os atletas nem chegaram a treinar, fizeram basicamente trabalhos à parte de preparação física. Teremos um parecer nesta quarta de manhã e só definirei o time depois. Não podemos ter prejuízo neste e nem nos próximos jogos. Ouço a minha equipe, mas a decisão será minha”, ressaltou Jorginho.

A decisão também pode influenciar no esquema da equipe, já que o treinador admite até mesmo atuar com apenas um atacante. No caso, Riascos, que pode aparecer no lugar de Leandrão — ele chegou após o fim do prazo de inscrição —, seria a única referência na frente.

“Tudo vai depender de saber como estão os atletas que atuaram no fim de semana e até mesmo os possíveis substitutos. Nós vamos avaliar todas as possibilidades pensando no melhor para o clube”, declarou Jorginho.

COM DORES, RAFAEL SILVA É VETADO

Se Jorginho ainda faz mistério sobre a escalação do Vasco, o treinador não poderá contar com uma de suas principais armas nos últimos jogos. Com uma contratura muscular na coxa direita, o atacante Rafael Silva, que marcou o gol que eliminou o Flamengo na Copa do Brasil e vinha bem no Brasileirão, foi vetado pelo departamento médico e ficou no Rio.

A expectativa é que o jogador, que já começou a fazer tratamento intensivo em São Januário, volte a ficar à disposição do treinador para o clássico de domingo com o Flamengo.

Você pode gostar