Rafael Silva é julgado por expulsão pelo STJD e pega quatro jogos de suspensão

Atacante já cumpriu uma suspensão automática e a pena caiu para três partidas; Vasco foi punido com multa de R$ 4 mil

Por O Dia

Rio - O técnico Jorginho terá um desfalque de peso na hora de montar o quebra-cabeça vascaíno. Isso porque, na tarde desta terça-feira, Rafael Silva foi julgado e punido por quatro jogos pelo Tribunal Superior de Justiça Desportiva (STJD). Além da expulsão na partida contra o Atlético-MG, o atacante foi denunciado também por insultar o árbirtro Elmo Alves Resende. Como já cumpriu uma suspensão automática, o jogador teve a pena reduzida para três partidas. O departamento jurídico do Vasco já estuda entrar com efeito suspensivo.

Na ocasião, Vasco e o supervisor de futebol André Araújo também foram julgados. O clube carioca foi punido com multa de R$ 4 mil devido ao atraso no início da partida contra o Galo. Já André foi advertido por também xingar o árbitro. 

Entenda o caso

Após derrota do Vasco por 2 a 1 para o Atlético-MG, no Maracanã, a Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ofereceu denúncia contra Rafael Silva, que acabou sendo expulso por reclamação. O atacante foi enquadrado no artigo 243 F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e a pena prevista para casos contra árbitros varia de quatro a seis jogos de suspensão, além de multa entre R$ 100 a R$ 100.000 reais. Na súmula, Elmo relatou alguns dos xingamentos do jogador e alegou que o atleta teria insinuado que o juiz estaria favorecendo o adversário. André Araújo também foi citado por ofensas e responderá pelo mesmo artigo. Só que diferente dos jogadores, a pena prevista para pessoas que não são atletas, médicos ou membros da comissão técnica é suspensão por um período de 15 a 90 dias, além da multa.

Rafael Silva pega quatro jogos de gancho André Mourão