Vasco admite queda de rendimento e lamenta chances perdidas no clássico

'A bola não quis entrar, infelizmente', diz Julio Cesar

Por O Dia

Rio - O Vasco pagou um preço muito caro por 45 minutos de futebol ruim. Essa foi a análise dos jogadores após a derrota no clássico com o Fluminense, neste domingo, no Engenhão. O time, que agora está em situação crítica no Campeonato Brasileiro e em busca de um verdadeiro milagre para se manter na Primeira Divisão, admitiu a queda de rendimento e lamentou o fato de a bola não ter entrado na etapa final.

Julio Cesar consegue bloquear chute de OsvaldoDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

Foram dois lances emblemáticos que poderiam ter mudado a história do confronto: um chute de Nenê salvo em cima da linha por Wellington Silva e uma bola no travessão, após cabeçada de Riascos. O lateral-esquerdo Julio Cesar lamentou a falta de sorte, justamente em uma rodada na qual os principais concorrentes também haviam tropeçado. A distância, que poderia diminuir para apenas dois pontos, aumentou para cinco.

“A gente não encaixou no primeiro tempo e não fizemos uma boa apresentação. No segundo tempo tentamos, pressionamos, mas a bola não quis entrar, infelizmente”, disse o camisa 6.

Vaiado na saída de campo, o volante paraguaio Julio dos Santos evitou falar. O jogador, entretanto, admitiu que, a cinco rodadas do fim do Brasileiro, a situação do Vasco é muito complicada.

“Foi um resultado muito ruim para o nosso objetivo de escapar da zona de rebaixamento. Mas, infelizmente, não fizemos um bom jogo”, reconheceu.

Andrezinho, porém, mostrou otimismo: “Ainda dá, mas o Vasco precisa voltar a vencer”, disse, tentando manter o otimismo. O Vasco não vence há cinco partidas.