O primeiro passo em dura missão para o Vasco

Gigante inicia contra o Palmeiras, fora de casa, sequência final para tentar escapar da degola à Série B

Por O Dia

São Paulo - No fio da navalha, o Vasco, mais do que nunca, terá de ser gigante. A cinco rodadas do fim do Brasileirão, o clube, ainda na lanterna, tem a missão de tirar os cinco pontos de distância para seus concorrentes e sair da zona de rebaixamento. Não há mais margem para erros, hoje, às 17h, no Allianz Parque. Ciente do drama que sua equipe vive, o técnico Jorginho está disposto a mudar de estilo, partir para o ataque para conseguir uma improvável vitória sobre o Palmeiras.

Nenê estará em campo neste domingoDivulgação

Finalista na Copa do Brasil, o clube paulista briga também por uma vaga no G-4 no Campeonato Brasileiro e quer aproveitar a boa fase. E a equipe do técnico Marcelo Oliveira tem conquistado bons resultados jogando em casa. Foram nove vitórias, três empates e apenas duas derrotas na competição — 66,6% de aproveitamento.

O Vasco, por sua vez, venceu apenas uma partida como visitante e tenta acabar com a sequência de quatro empates e uma derrota. Matematicamente, o time ainda pode chegar aos 43 pontos que o livrariam do rebaixamento. Por isso, o técnico Jorginho reconhece a importância do duelo de hoje. Uma nova derrota pode definir o futuro do clube na Série A.

CONFIANÇA NA RECUPERAÇÃO

“Já disse que tudo vai depender desse jogo. Ganhando, poderemos encostar nos nossos concorrentes e respirar melhor. Mas, se a gente perder, a situação ficará bem difícil. Ganhar os nossos últimos quatro jogos não nos dará a garantia da permanência. Teremos de torcer para os outros não chegarem a 42 pontos. Por isso, é hora de pensar apenas no Palmeiras”, disse o técnico.

Mas nenhuma dificuldade é capaz de deixar o treinador abatido. Religioso, Jorginho mantém sua fé inabalada e acredita na recuperação do Vasco. “Nunca perdi a confiança, mesmo após a derrota para o Fluminense. Sei que a coisa está apertando, mas creio que uma vitória agora, dependendo também de outros resultados, poderá melhorar a nossa situação”, completou.

RIASCO VIRA A ESPERANÇA

O técnico Jorginho mexeu no ataque e no meio-campo para o confronto com o Palmeiras. Na frente, Leandrão foi barrado e deu lugar a Riascos. Rafael Silva substitui Jorge Henrique, machucado.

No meio-campo, Bruno Gallo está suspenso com o terceiro cartão amarelo e Diguinho deve jogar. O paraguaio Julio dos Santos não vem agradando ao treinador, que pode dar uma chance a Serginho.

Depois da bronca pública de Jorginho, o atacante Thalles voltou a ser relacionado.