Leandrão pode voltar ao ataque

Jorginho, que deve ficar sem Rafael Silva, testa o centroavante no time titular de olho no jogo contra o Corinthians, quinta-feira

Por O Dia

Rio - Contra o Corinthians, na quinta-feira, em São Januário, Jorginho não faz mistério e cobra do time do Vasco a mesma postura do jogo contra o Palmeiras. Mas quando o assunto é a escalação, a história é diferente. Com a volta de Bruno Gallo, o comandante deve mexer na cabeça de área e a tendência é a de que Serginho volte para o banco de reservas. Além dessa possível mudança, no ataque existe a possibilidade de Leandrão ser titular na vaga de Rafael Silva.

Leandrão pode comandar o ataque do Vasco contra o CorinthiansPaulo Fernandes / Vasco.com.br / Divulgação

Artilheiro do Vasco na temporada com dez gols e um dos destaques na vitória sobre o Palmeiras na rodada passada, Rafael Silva vai ser julgado na quarta-feira pelo Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). No primeiro julgamento, o jogador pegou quatro partidas de suspensão por causa da expulsão contra o Atlético-MG, depois de xingar o árbitro Elmo Alves Resende. Desde o início de outubro, o atleta tem atuado graças a um efeito suspensivo.

O treino deste sábado foi realizado com portões fechados, mas Jorginho começou a testar possíveis formações para surpreender o Corinthians, quinta-feira. Se Leandrão for confirmado no ataque, ele formará dupla com Riascos, que, depois de ser vaiado por parte da torcida, tem sido elogiado por Jorginho.

Filas por ingressos

No primeiro dia da venda de ingressos para o jogo de quinta-feira contra o Corinthians, o torcedor vascaíno não decepcionou. Mesmo com aumento de 100% no valor do bilhete - o mais barato subiu de R$ 40 para R$ 80 -, grandes filas foram formadas em São Januário, que terá capacidade máxima de aproximadamente 22 mil. No início da noite, o clube informou que já havia vendido cinco mil ingressos. As vendas continuam neste domingo em São Januário e mais nove pontos espalhados pela cidade.

Torcida do Vasco faz fila e promete lotar São Januário na quinta-feiraErnesto Carriço / Agência O Dia