Por fabio.klotz

Rio - O Vasco está vivo. Acreditar é palavra de ordem para torcida e jogadores. Nenê é um dos responsáveis pela recuperação do Gigante da Colina no Brasileiro. Após a vitória sobre o Joinville, o foco está voltado para o Santos, próximo adversário, neste domingo, em São Januário. O meia destaca a possibilidade de o clube paulista escalar um time reserva, devido à final da Copa do Brasil, mas não espera moleza.

Nenê é peça-chave na recuperação do Vasco no BrasileiroPaulo Fernandes / Vasco.com.br / Divulgação

"O Santos é perigoso e se tiverem com os titulares sendo poupados vai ser uma coisa legal. Mas de qualquer maneira será difícil. O Santos é um grande time, um adversário perigoso, e precisamos estar atentos. Nós temos que focar no nosso trabalho desde o primeiro treino nesta semana para conquistarmos mais uma vitória importante", declarou Nenê ao site oficial do Vasco.

Em 21 jogos pelo Vasco, Nenê marcou oito gols e distribuiu cinco assistências. Não à toa que o meia ganhou o carinho da torcida. Ele será fundamental nos dois próximos jogos do Gigante da Colina.

O Vasco está na 18ª colocação do Brasileiro, com 37 pontos, três a menos do que o Figueirense, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Você pode gostar