Por pedro.logato

Rio - A diretoria do Vasco junta os cacos e se movimenta no mercado para montar um time capaz de voltar à Série A do Campeonato Brasileiro. Renê, lateral-esquerdo do Sport, está na mira cruzmaltina. A negociação, no entanto, não é simples.

O Vasco enfrentará a concorrência de outros clubes, como o São Paulo, por exemplo. Além disso, a diretoria do Rubro-Negro pernambucano já avisou que só vai liberar Renê para o mercado interno mediante o pagamento da multa rescisória. O lateral tem contrato até o fim de 2017.

Renê pode atuar no Vasco ano que vemDivulgação

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Para a lateral direita, o Vasco já acertou com Yago Pikachu. Um camisa 9 também está nos planos. Borges, ex-Ponte Preta, Walter, do Atlético-PR, e Hernani Brocador, também do Sport interessam.

Enquanto planeja a próxima temporada, o Vasco ainda tenta se desenrolar dos problemas de 2015. Ontem, o clube foi multado em R$ 2 mil pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por voltar atrasado dois minutos para o segundo tempo da última rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Coritiba — artigo 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Jorge Henrique também foi julgado pelo STJD. Enquadrado no artigo 258 — desrespeito à conduta e à ética desportiva —, o atacante foi apenas advertido. Ele poderia ter pegado até seis partidas de suspensão, por ter chutado uma poça d’água na direção dos gandulas, também no jogo contra o Coxa.

Você pode gostar