Jorginho elogia reforços e garante procura por um centroavante no Vasco

Treinador ainda mostrou preocupação sobre uma possível proposta do futebol chinês para contar com Nenê em 2016

Por O Dia

Rio - O treinador do Vasco, Jorginho concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, em São Januário, para falar dos reforços e do planejamento do Vasco para a temporada. O jogador comentou sobre a chegada de Marcelo Mattos, contratação anunciada pelo Gigante nesta semana e que é o segundo reforço do clube para 2016, o primeiro foi o lateral-direito Yago Pikachu.

"Fui consultado em relação ao Marcelo Mattos. É um jogador experiente, com muita força, guerreiro dentro de campo. Traçamos um perfil para algumas posições, e o Marcelo Mattos se enquadra nestes padrões. São oportunidades que aparecem", elogiou. O treinador ainda falou sobre o ex-atleta do Paysandu. "Pikachu é um jogador da minha posição e pode atuar como lateral, como atacante, aberto pela direita na frente do Madson".

Jorginho concedeu entrevista em São JanuárioPaulo Fernandes/Vasco.com.br

Principal destaque do Vasco em 2015, o nome de Nenê voltou a pauta. Jorginho afirmou que o jogador ainda pode deixar o clube por conta de alguma proposta que possa chegar vinda de fora do Brasil. Porém, o treinador mostrou confiança na manutenção do atleta em São Januário.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

"Conversei com o Nenê. Falamos sobre a importância da permanência dele aqui. Mas o mercado está doido. Principalmente China. É bom ele entender o que representa para o Vasco da Gama e para o futebol brasileiro. Até onde sei, há um acordo de cavalheiros para que saia somente para o exterior. Temos que estar atentos", revelou.

Sobre possíveis reforços, o treinador voltou a ressaltar a dificuldade do clube em relação ao mercado. Segundo Jorginho, o Vasco vai mesmo apostar na base de 2015 e nos seus jovens para ter uma boa temporada.

"Já tivemos alguns nomes sondados, mas que estavam fora dos padrões. Não tem como a gente querer uma contratação se não está de acordo com o que a gente pode pagar. Sabemos que algumas contratações vão acontecer, mas serão pontuais. Temos que saber trabalhar com o grupo que temos e com alguns jogadores da base que podem surpreender. Será um ano de muito trabalho", disse ele, revelando a posição mais carente no elenco. "A chegada de um atacante de área é prioridade. Sabemos que precisamos disso. A chegada de um ou outro nome pode acontecer, mas depende da situação. Entendemos o momento financeiro do clube, temos alguns atletas no plantel e precisamos desse nome de área. Buscamos dentro dos padrões financeiros para o ano", contou.

Em 2016, o Vasco estará novamente disputando a Série B. Jorginho afirmou que apesar de retornar à Série A é a prioridade do clube, os cariocas não vão abrir mão das outras competições neste ano.

"A gente entra para ganhar em tudo. Temos o esporte na veia. Só que o mais importante é retorna á Série B. Claro que vencer o Carioca, conseguir um bicampeonato é importante. E a Copa do Brasil nos colocaria em um patamar muito imporante, mas temos que saber que a prioridade mesmo é retornar para a Série A", concluiu.