Por fabio.klotz

Rio - Motivado após o triunfo sobre o Flamengo, o Vasco encara o Tigres, segundo pior do Carioca, às 19h30, no Estádio Los Larios. Líder do Grupo A com 12 pontos, o time dará um importante passo para a classificação à Taça Guanabara. Se vencer, vai igualar a campanha de 2012, quando também alcançou uma campanha de 100% de aproveitamento.

Nenê lidera o Vasco contra o TigresPaulo Fernandes / Vasco.com.br / Divulgação

Com o melhor início de temporada entre os quatro grandes, o Vasco terá, na teoria, um adversário fácil de ser abatido - além da fragilidade técnica, o Tigres atravessa grave crise financeira. Mas a lembrança do tropeço no ano passado (o 1 a 1 tirou os 100% de aproveitamento), também em Los Larios, liga o sinal de alerta.

“Foi um jogo difícil. O campo é apertado e o gramado não estava muito bom. É difícil encarar jogos assim”, disse o zagueiro Luan, que volta após cumprir suspensão.

Jorginho também mostrou preocupação com o estado do gramado: “Foi muito importante ganhar o clássico, mas agora é o próximo jogo. É um campo que vamos ter dificuldade para jogar.”

Apesar do respeito ao adversário, o Vasco sabe de sua superioridade. Com a segunda melhor defesa (dois gols sofridos) e um dos melhores ataques (dez gols), Jorginho conseguiu manter a base que terminou o ano passado com apenas uma derrota em 12 jogos.

“Nossos jogadores, principalmente os zagueiros, estão num nível muito bom”, garantiu o treinador.

Mesmo com a boa fase, Jorginho não está satisfeito e quer melhoras. Para o jogo deste sábado, ele manteve Marcelo Mattos no meio de campo, para dar mais força na marcação, e escalou Rafael Vaz no lugar de Rodrigo, suspenso após receber o terceiro cartão amarelo no clássico.

“Os jogadores estão entendendo o que queremos, mas estamos muito longe do ideal, que é não oscilar e ter organização o tempo todo”, afirmou o técnico.

Escalações

Tigres: Renan; Alex Santos, Rodrigo, Sérgio Raphael e Lucas Fernandes; Léo, Gabriel, Giovanni e Kelvy; Diogo e Fabiano Oliveira; Técnico: Marcelo Cabo.

Vasco: Martín Silva; Madson, Rafael Vaz, Luan e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos e Andrezinho; Nenê, Jorge Henrique e Riascos; Técnico: Jorginho.

Você pode gostar