Líder Vasco quer mostrar a sua força sem Nenê

Mesmo desfalcado, time pega Friburguense para ratificar boa fase

Por O Dia

Rio - Muito mais do que vencer o Friburguense e manter os 100% de aproveitamento no Carioca, o jogo de hoje, às 19h, em São Januário, servirá de teste para saber como o Vasco se comportará sem Nenê, sua maior estrela. Com quatro gols e quatro assistências dele no campeonato, o time do técnico Jorginho tem se mostrado dependente do talento de seu camisa 10, que, suspenso, não vai a campo porque recebeu o terceiro cartão amarelo no duelo contra o Tigres.

Vasco vai em busca de mais uma vitóriaPaulo Fernandes/Vasco.com.br

“É uma coisa que iríamos enfrentar a qualquer momento. Não é bom ficar sem Nenê, mas conseguimos os três pontos (contra o Tigres), que eram fundamentais, e podemos fazer algumas observações. Vamos tê-lo contra o Botafogo, o que é fundamental”, ressaltou Jorginho, já pensando no clássico de domingo.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Com a classificação assegurada antecipadamente para a Taça Guanabara, Jorginho deve poupar titulares e usar a partida de hoje para testar alguns jogadores ou até mesmo uma nova formação tática. Sem Nenê, o meia Mateus Pet deve ganhar nova chance. Apesar de ter impressionado na pré-temporada, em Pinheiral, o garoto não conseguiu render o esperado quando foi escalado como titular. Mas, em um jogo sem tanta pressão, pode se sair melhor.

Outra opção é apostar nos garotos Matheus Índio, que entrou no decorrer do jogo contra o América, ou em Evander, que ainda não atuou no Carioca, mas treinou muitas cobranças de falta no fim do treino, em São Januário.

Jorginho tem também a alternativa de colocar Thalles para atuar de centroavante ao lado de Riascos, que atuaria pelo lado do campo. Após coletivos fechados à imprensa, Jorginho manteve o mistério sobre a escalação.