Firme, forte e humilde no Vascão

Marcelo Mattos ganha vaga no time e defesa melhora, mas ele divide mérito com companheiros

Por O Dia

Rio - Aos poucos, Marcelo Mattos vai se firmando no Vasco. Uma das poucas contratações para a temporada, ele precisou esperar três rodadas para ganhar uma chance no time e não saiu mais. Desde então, tem ajudado a fortalecer a defesa, que melhorou os números. Com o volante em campo, foram apenas dois gols sofridos em cinco jogos, sendo que um deles em cobrança de falta.

Apesar do bom desempenho, Marcelo Mattos divide os méritos. Mesmo aos 32 anos, ele não vê problema em ouvir as orientações dos zagueiros Luan e Rodrigo para estar mais bem posicionado em campo e ajudar.

Marcelo Mattos elogios companheiros de equipePaulo Fernandes/Vasco.com.br

“A gente não pode se acostumar com o passado, tem que estar sempre melhorando. Meu crescimento veio com a ajuda dos companheiros. Rodrigo e Luan estão sempre falando comigo e isso ajuda muito no meu posicionamento. Fico feliz de fazer parte dessa equipe”, comemorou o volante, ainda preocupado com alguns detalhes defensivos: “Tem que treinar mais para não levar gols de bola parada. Sempre tem o que melhorar.”

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Concorrência no meio

Mesmo satisfeito com o desempenho em seu início de trabalho, Marcelo Mattos não se deixa acomodar. Até porque não pode relaxar, já que Diguinho, após um trabalho específico de reforço muscular, está de volta e já deve ser relacionado para a partida contra o Boavista, sábado, no Espírito Santo. A concorrência pela vaga é um combustível a mais para o volante.

“Isso é bom para o Vasco, para o nosso treinador e também para os jogadores. É bom para nunca se acomodar e sempre buscar o melhor. Quanto mais o jogador tiver disputando posição, mais forte o Vasco vai ficar”, avaliou.

Riascos treina e tem chances de enfrentar o Boavista

Recuperado de lesão muscular na coxa direita, Riascos participou dos trabalhos físico e técnico com o grupo e pode ser relacionado para a partida de sábado contra o Boavista, no Espírito Santo.

Com o provável retorno, o técnico Jorginho terá de escolher entre o colombiano, artilheiro do time no Carioca, com seis gols, e Thalles, que fez quatro. Uma pista deve ser dada a partir do treino de hoje.