Outra prova de fogo para Jordi

Além de substituir o titular Martín Silva no clássico contra o Bota, goleiro pode ter o Fla pela frente

Por O Dia

Rio - Com dois clássicos, contra Botafogo e Flamengo, o Vasco terá pela frente sua sequência mais complicada neste início de temporada. E, justo nessa semana, não terá Martín Silva, que está com a seleção uruguaia nas Eliminatórias. Caberá ao reserva Jordi a responsabilidade de manter o bom desempenho da defesa no Carioca, em especial na Taça Guanabara.

Jordi terá chance em clássicoDivulgação

Sem ainda ter jogado em 2016, o goleiro, cria da base, voltará a ter uma chance, o que não acontecia desde outubro, também por conta da convocação do titular. No ano passado, Jordi atuou 15 vezes e em apenas um jogo não sofreu gol, contra a Ponte Preta, pelo Brasileiro.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Ao contrário de 2015, a fase atual do time é muito boa, principalmente da defesa. Com apenas seis gols sofridos em dez jogos (nenhum na Taça GB), Jordi terá a missão de manter o bom desempenho contra o Botafogo.

“Não é mais novidade para o Jordi entrar em um clássico. Ele já participou e tem isso em mente. Agora é a hora dele. É preciso ter essa segurança”, afirmou Rodrigo.

AJUDA NA DEFESA

Capitão e um dos mais experientes, Rodrigo mostrou confiança em Jordi e tentará ajudá-lo em campo. Para isso, terá mais uma vez que marcar Ribamar, atacante do Botafogo que deu trabalho ao zagueiro no encontro entre os dois clubes na primeira fase do Carioca (1 a 1, com gol do Alvinegro saindo de falta).

“Ele me incomodou bastante na outra partida, mas agora vou incomodá-lo mais. Meu jogo é contato, tenho que marcar o jogador no corpo, e naquela vez foi muito difícil para eu levar até o final. Agora, não vai ser fácil para ele (Ribamar). O bicho vai pegar”, avisou Rodrigo, em tom de brincadeira.