Vasco destaca 'atmosfera diferente' e evita pensar na vantagem sobre o Fla

Nenê lista ingredientes especiais para o clássico de domingo

Por O Dia

Rio - Clássico é especial. É aquele jogo que eterniza, que faz um atleta virar ídolo e entrar para a história. É este o contexto para o duelo entre Vasco e Flamengo, com um toque a mais: vale vaga na final do Campeonato Carioca. Este clima mexe com Nenê, uma das armas do Gigante da Colina para bater o rival.

Nenê já vive o clima para o duelo entre Vasco e FlamengoPaulo Fernandes / Vasco.com.br / Divulgação

"São jogos que todos os jogadores gostam de jogar. Trata-se de uma partida decisiva, um clássico. Existe tensão, adrenalina, a dimensão é enorme e a atmosfera é diferente. Então, vou dar mais do que meu máximo, fazer o melhor para ajudar o time na conquista da vitória. Tivemos muitos jogos seguidos e é normal não jogar bem em todos. Nós estamos voltando a ter a mesma intensidade de antes, mas creio que podemos melhorar, na verdade sempre podemos evoluir. Vencer é o mais importante, mas queremos conquistar vitórias convencendo", declarou Nenê.

O Vasco, campeão da Taça Guanabara, tem a vantagem do empate na semifinal. O retrospecto contra o rival é favorável. O Gigante da Colina ostenta uma invencibilidade de oito jogos (cinco vitórias e três empates) contra o Flamengo. Nenê não quer que o time pense nisso.

"Não podemos pensar no que aconteceu, precisamos focar no futuro. Temos de apresentar a mesma intensidade que tivemos no primeiro jogo contra eles. Corremos do primeiro ao último minuto e tem de ser assim, do início ao fim, com muita garra e determinação. Não podemos vacilar em nenhum momento, porque clássico é decidido no detalhe. Não temos de pensar na vantagem, pois se você entrar para empatar acaba perdendo. Nosso time apresentará a mesma dinâmica e entrará em campo com pensamento na vitória. Agora se no fim a vitória não vier e ocorrer um empate, estarei feliz também, pois assim estaremos classificados", encerrou.

O Vasco enfrenta o Flamengo, neste domingo, às 16h, na Arena Amazônia.