Marcelo Mattos pensa primeiro na Copa do Brasil: 'Chance de ir à Libertadores'

Volante não tem a presença confirmada contra o Remo em duelo que acontece nesta quarta-feira em São Januário

Por O Dia

Rio - De olho nos dois importantes compromissos que terá pela frente, o Vasco treinou em São Januário, nesta tarde. O técnico Jorginho terá que definir se vai com força máxima para cima do Remo ou se vai poupar suas peças do time principal, para a partida que define a permanência do Cruzmaltino na Copa do Brasil. O desafio é controlar a ansiedade e deixar para pensar na partida decisiva, pelo Campeonato Carioca, diante do Botafogo, somente após se garantir na próxima fase da competição nacional. Apesar do mistério sobre a escalação, as atividades desta terça-feira contaram apenas com dois titulares em campo: Martín Silva e Marcelo Mattos.

Tanto o Vasco quanto o Botafogo, antes de pensar no primeiro jogo que define o título estadual, pedem foco para seguir na briga pela Copa do Brasil. Ao que tudo indica, Marcelo Mattos entrará em campo no duelo com o Remo. O volante freou a euforia para a final de domingo e lembrou da importância de seguir vivo na competição nacional.

Marcelo Mattos quer foco do Vasco na Copa do BrasilPaulo Fernandes/Vasco.com.br

"Ainda não temos certeza da equipe que vai entrar contra o Remo. O Carioca a gente já esqueceu, a Copa do Brasil é nossa prioridade. Nossa prioridade é passar de fase e para isso temos que fazer um bom jogo. A Copa do Brasil esse ano é muito importante pra gente, ficamos de fora da Série A e esse é um título muito importante pra gente. É uma oportunidade de levantar um troféu e colocar o Vasco na Libertadores", disse.

Mesmo com as atenções totalmente voltadas para a partida desta quarta-feira, é inevitável não falar da decisão de domingo. Marcelo Mattos, que esteve do lado oposto na última final do Carioca, revela satisfação em defender o Vasco e nega a existência de um sentimento de 'revanche' contra o Botafogo - devido a sua saída conturbada do clube.

"Eu fico feliz por um ano atrás estar na final e agora estar na final novamente. Isso mostra que eu to tendo sorte e o trabalho está sendo bem feito, as coisas estão correndo bem. Pra mim vai ser um jogo normal, tenho um respeito pelo Botafogo. Agora defendo a camisa do Vasco e estou tendo a oportunidade de jogar uma final do Campeonato Carioca", concluiu.

O Vasco recebe o Remo, nesta quarta-feira, às 21h45. Já o primeiro duelo da final do Carioca, contra o Botafogo, acontece neste domingo, às 16h.

Reportagem de Sarah Borborema