Sem problemas, Vasco volta a vencer o Remo e avança pela Copa do Brasil

Gigante derrotou rival paraense por 2 a 1 em São Januário

Por O Dia

Rio - Objetivo cumprido em São Januário e agora o Vasco já pode pensar na decisão do Estadual. Com uma equipe mista, o Vasco derrotou o Remo por 2 a 1, em São Januário, e confirmou a vaga na segunda fase da Copa do Brasil. Caio Monteiro e Rafael Vaz marcaram para os donos da casa, enquanto Max diminuiu para o time paraense.

Pela Copa do Brasil, o próximo compromisso do Vasco será o CRB, de Alagoas, mas o confronto ainda não tem data para acontecer. Neste domingo, o Gigante da Colina faz o primeiro jogo da decisão do Carioca contra o Botafogo, às 16 horas, no Maracanã.

Rafael Vaz comemora o seu golPaulo Fernandes/Vasco.com.br

O JOGO

Com uma equipe sem seis jogadores titulares, o Vasco iniciou a partida contra o Remo, em São Januário, em ritmo mais lento. Os cariocas tinham o domínio da partida, mas não conseguiam criar grandes oportunidades na partida. 

A partida metada da primeira etapa, o Vasco conseguiu pelo menos assustar o time do Remo em duas oportunidades. Ambas em jogadas de linha de fundo que terminaram com a conclusão de Riascos. Na primeira a bola foi para fora, depois o goleiro Fernando Henrique defendeu.

FOTOGALERIA: Vasco derrota o Remo e se classifica na Copa do Brasil

Nos últimos minutos antes do intervalo, os dois times criaram as suas melhores chances do primeiro tempo. Primeiro Eder Luis foi lançado e ficou na cara de Fernando Henrique, porém, o atacante acabou pegando mal na bola que foi para fora. Logo depois, o Remo respondeu. A zaga do Vasco falhou e Chicão chutou forte para boa defesa de Martín Silva.

Vasco derrotou o Remo em São Januário e se classificou Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O Vasco voltou em um ritmo mais forte no segundo tempo. Com 10 minutos, Riascos teve uma nova oportunidade de marcar após levantamento. O colombiano cabeceou, mas Fernando Henrique defender. Quatro minutos depois, Jorginho colocou Caio Monteiro no lugar de Eder Luis. E a mudança deu certo. Depois de boa jogada pela esquerda, a bola foi rolada para o jovem que colocou a bola para o fundo da rede.

Com a vantagem, o Vasco seguiu controlando a partida e ampliou logo depois. Aos 24 minutos, Yago Pikachu cobrou escanteio e Rafael Vaz apareceu no meio da zaga do Remo para cabecear para o fundo das redes da equipe visitante.

O Remo não se entregou e conseguiu diminuir. Aos 29 minutos, após levantamento para a área, Max se antecipou a zaga do Vasco e a Martín Silva e desviou para o fundo das redes. Os últimos minutos tiveram o time paraense buscando de forma pouco ordenada um gol, sem muita qualidade, os visitantes não conseguiram criar e o Gigante manteve a vitória.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 1 REMO

Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Leandro Matos Feitosa (SP) e Fabricio Porfirio de Moura (SP)
Renda/público: R$ 65.945,00/2.254 pagantes
Cartão amarelo: Diguinho (VAS)

GOLS: Caio Monteiro 19'/2ºT (1-0), Rafael Vaz 24'/2ºT (2-0) e Max 29'/2ºT (2-1)

VASCO: Martin Silva, Yago Pikachu, Rafael Vaz, Luan e Henrique; Marcelo Mattos, Diguinho, Evander (Andrey 29'/2T) e Nenê; Eder Luis (Caio Monteiro 14'/2ºT) e Riascos (Thalles 20'/2ºT). Técnico: Jorginho.

REMO: Fernando Henrique, Levy, Henrique, Max e Fabiano; Lucas Garcia, Chicão (João Victor 39'/2ºT), Alisson (Welthon 12'/2ºT) e Eduardo Ramos; Marco Goiano e Ciro. Técnico: Marcelo Veiga.