Seleção brasileira é um objetivo de Nenê

Técnico Jorginho entra no lobby por uma chance para o seu camisa 10, mas reconhece que jogar a Série B pesa contra

Por O Dia

Rio - O meia Nenê ainda alimenta o sonho de jogar pela Seleção. Embora esteja aparentemente fora dos planos de Dunga, o camisa 10 do Vasco não desiste. A cada boa atuação, a esperança se renova. Após decidir a partida de sábado - vitória sobre o Bahia por 4 a 3, em São Januário -, ele deixou claro que pensa, sim, em vestir a camisa amarela, mesmo disputando a Série B.

Nenê mira uma chance na seleção brasileiraDivulgação

“Espero que uma hora eu chegue lá, estou trabalhando para isso. É a consequência do trabalho. Se vier, vai ser um sonho realizado. Enquanto isso, estou muito feliz fazendo o meu trabalho na minha equipe. É importante conquistar pontos e estar 100%. Continuar nessa série invicta maravilhosa. O segredo é ser profissional e fazer o trabalho com paixão. É o que eu faço. Dou o melhor de mim para a comissão técnica”, disse em entrevista à Rádio Globo, após a partida.

O técnico Jorginho faz lobby pelo seu comandado mais badalado, mesmo consciente de que perderia a sua principal peça em algumas partidas. O treinador ressalta, porém, a probabilidade baixa de isso acontecer.

“Hoje, com certeza, o Nenê é um dos melhores meias clássicos do futebol brasileiro. Creio que o que conta contra ele é nós estarmos disputando uma Segunda Divisão. É pouco provável que um treinador de Seleção convoque um jogador que joga a Série B”, disse o técnico.
E emendou, sem perder o humor: “Sei que o Dunga tem as convicções dele. Mas teve uma lista de 40, e o Nenê não fez parte. Lamento. Quero dizer para o Nenê que está convocado pela minha seleção.”