Vasco entra na briga por Damião

Atacante entrou na mira da equipe para a temporada

Por O Dia

Rio - A busca por um atacante pode estar chegando ao fim. Após vários nomes na mira, algum deles oferecidos, o Vasco negocia com Leandro Damião. O atacante, que praticamente não jogou este ano pelo Betis, desperta o interesse de outros clubes. Cabe agora aos cruzmaltinos superar a questão salarial.

 Com apenas três partidas disputadas pelo Betis, Damião não foi procurado pelo clube espanhol para renovar. Ele ainda tem contrato com o Santos até 2018, mas há um acordo na Justiça para que ele seja liberado, novamente por empréstimo, até junho de 2017. Desta maneira, o Vasco não precisaria pagar para contratá-lo.

Damião pode acertar com o VascoDivulgação

Com a negociação direta com os representantes do atacante, os dirigentes vascaínos precisariam acertar o salário, justamente o principal obstáculo. Damião recebe mensalmente do Betis R$ 600 mil, valor incompatível com o teto salarial estabelecido em São Januário, e teria de se contentar com uma quantia bem abaixo do seu atual vencimento: no máximo R$ 200 mil. Outros clubes, no entanto, poderiam oferecer um salário maior.

Mas, segundo o representante do atacante, Vinicius Prates, o dinheiro não será o principal fator na negociação. “Eu tenho conversado com alguns clubes e a questão financeira não será problema. Quero que o Leandro jogue, ele precisa jogar e de um clube que lhe dê confiança. Tenho uma proposta interessante”, avisou Prates.

E por isso o Vasco ganha força. Como Leandrão e Thalles não têm agradado, Damião tem chances de ser titular, podendo atuar mais e recuperar a confiança na Série B.

Além do Flamengo, outros clubes brasileiros mostraram interesse em Damião, mas o Vasco não terá a concorrência de paulistas por causa do acordo na Justiça entre o jogador e o Santos. Como o atacante tem contrato até o fim de junho, a ideia é já começar julho em nova casa, que pode ser em São Januário.

DIGUINHO E O SOCO

Imagem feita por uma câmera de segurança do estádio Mané Garrincha, divulgada ontem pelo canal SporTV, mostra Diguinho agredindo um policial com um soco, no fim do jogo contra o Vila Nova, em maio. A arbitragem relatou o fato na súmula, mas o STJD o absolveu por falta de provas. Na ocasião, o atleta chegou a ir à delegacia, acabou liberado mas depois foi indiciado e responderá por lesão corporal.