Vascão vai apostar na garotada

Jorginho escala cinco jogadores da base contra o Luverdense para manter o time na ponta da Série B

Por O Dia

Mato Grosso - Em um time com a base formada desde o ano passado por oito jogadores acima de 30 anos, as chances não são muitas para a garotada do Vasco. Ainda assim, elas aparecem de vez em quando, como no jogo de hoje, contra o Luverdense, às 18h30, em Lucas do Rio Verde. Ao poupar quase todos os titulares — Martín Silva joga — por causa da desgastante viagem, Jorginho mandou para o Mato Grosso 12 jogadores revelados na base (o recorde no ano são 13, contra o Remo), sendo cinco como titulares.

Com Jomar, Alan Cardozo, Evander, Thalles e Caio Monteiro, o Vasco repetirá cinco revelações começando uma partida, como aconteceu contra Friburguense, pelo Carioca (também com reservas), e Brasil de Pelotas, pela Série B do Brasileiro. É o maior número em 2016, sendo que a média na temporada é de apenas duas, com Luan como o único titular absoluto.

Vasco vai apostar em atletas da basePaulo Fernandes/Vasco.com.br

Com outros sete jogadores da base no banco, as chances de, durante a partida, o Vasco ter seis revelações em campo é grande. Algo que ainda não aconteceu neste ano.

De qualquer maneira, será mais uma chance de Jorginho avaliar e dar experiência a promessas que subiram este ano. Ele vem tendo muito cuidado para lançá-las aos poucos durante a temporada.

“O Vasco sempre teve um trabalho forte nas categorias de base e acredito em todos os garotos que estão aqui. Esse jogo vai servir para que eles adquiram experiência para nos ajudar bastante na temporada”, disse o técnico ao site oficial do clube.

Além dos mais jovens, revelações de outros anos, como Jomar e Thalles, ainda buscam seu espaço no clube que os revelou e poderão mostrar serviço ao comandante.

“Já estou um bom tempo no profissional e vejo muitos jogadores da geração de 98, 99. Garotada cheia de gás. Tem tudo para dar certo no nosso time. Vamos fazer um bom jogo contra o Luverdense”, garantiu Thalles.

ACIDENTE ADIA A VIAGEM DA DELEGAÇÃO

A preocupação da comissão técnica com o desgaste da viagem ganhou um argumento a favor ontem. Depois de treinar em Cuiabá, o time iria para Lucas do Rio Verde, mas um acidente com três carretas interditou a BR-364 e mudou a programação da delegação, que só viajou no início da noite.

“Se não tivesse uma logística tão complicada, certamente teríamos trazido outros atletas. A vitória que conquistamos na rodada passada (sobre o Brasil de Pelotas) nos fez construir uma gordurinha e permitiu que os adversários se aproximassem, mas não nos ultrapassassem”, explicou Jorginho ao site do clube.

Ontem, os titulares que ficaram no Rio fizeram trabalho na academia e treinarão com o auxiliar Valdir.