Por edsel.britto

Rio - Os 20 dias de preparação do Vasco para enfrentar o Sampaio Corrêa não surtiram efeito em campo, já que o Cruzmaltino teve uma queda de rendimento no segundo tempo e ficou no 1 a 1 com o lanterna da Série B. Um dos mais experientes do elenco, Diguinho lamentou a chance desperdiçada de abrir mais vantagem na liderança.

"Enfrentamos uma equipe que jogou muito atrás. Tivemos o domínio, mas infelizmente acabamos cedendo o empate. Não é por causa disso que vamos entrar em crise, nos desesperar. Agora é trabalhar para voltar a vencer", afirmou o volante.

Diguinho lamentou o resultado contra o lanterna%2C mas pediu calma ao VascoCarlos Gregório Jr / Vasco.com.br / Divulgação

Sobre as vaias da torcida do Espírito Santo na saída de campo após o jogo, Diguinho deu razão ao protestos dos torcedores e pediu desculpa pelo empate: "O torcedor é muito importante, sem ele não estaríamos em uma situação tão boa. A gente tem que pedir desculpas pela atuação e pelo tropeço."

O empate mantém o Vasco na liderança da Série B com 40 pontos. No próximo sábado, a equipe volta a campo para enfrentar o Tupi, em Juiz de Fora, às 16h30. Já o Sampaio Corrêa segue na lanterna da tabela com 14 pontos e na terça-feira recebe o Avaí, às 19h15, no estádio Castelão.

Você pode gostar