Por pedro.logato

Rio - Com 87% de chances de voltar à Primeira Divisão do Brasileiro, segundo o site Infobola, o Vasco está bem perto do objetivo principal na temporada. Ainda assim, a derrota para o Paysandu, a segunda seguida, deixou o time em posição desconfortável na Série B. Além de perder a liderança pela primeira vez em 2016, o Cruzmaltino acumulou um recorde e outros dados negativos.

O time de Jorginho tem o maior número de derrotas do Vasco em uma edição da Série B (em 2009, foram seis e, em 2014, sete). Com oito derrotas em 29 jogos, o Vasco já igualou o maior número de resultados negativos de um grande (Botafogo de 2014), em 38 rodadas na Segundona.

Vasco perdeu a liderança da Série B após derrota em BelémPaulo Fernandes/Vasco.com.br

Com apenas 51 pontos, o Vasco chega à 29ª rodada com o seu pior desempenho na Série B. Pior até que o de 2014, quando sofreu até o fim para voltar à elite. Naquela época, o Vasco tinha 54 pontos em 29 jogos, com três derrotas, e mesma pontuação que a líder Ponte Preta.

“É importante rever todo o conceito, aquilo que vem fazendo, para que possa mudar e tomar uma posição. Não podemos perder o próximo jogo”, disse Jorginho.

Da possibilidade de fazer a melhor campanha da história da Série B — terminou o turno com 39 pontos, mesma pontuação do Corinthians de 2008 —, o Vasco se vê a apenas seis pontos de distância do quinto colocado, graças à péssima campanha no returno, em que é o 12º, com 12 pontos (de 30 disputados).

Como o sonho de confirmar o retorno em até cinco jogos (na 32ª rodada) já não é mais possível, o Vasco precisará vencer Londrina, CRB e Paraná para não se complicar. “Não tem nada perdido. Precisamos mudar atitudes e vencer o próximo jogo. É um momento delicado. O torcedor está insatisfeito, isso é normal”, analisou Jorginho.

Você pode gostar