Martín explica decisão de não representar o Uruguai e quer garantir acesso logo

Goleiro alega problemas pessoais como motivo para pedido de dispensa da seleção e reforça objetivo de subir para Série A com o título

Por O Dia

Rio - Muito se falou nos motivos que levaram Martín Silva a recusar a convocação para a seleção do Uruguai na última rodada das Eliminatórias. Porém, o próprio goleiro não havia se pronunciado para esclarecer a razão. Nesta quinta-feira, o arqueiro do Vasco finalmente pode elucidar a questão e afirmou que não se aposentou da Celeste e que pediu dispensa por problemas familiares.

"Foi um assunto falado com a comissão técnica do Uruguai e com o Vasco. Aproveito para agradecer a compreensão de todos. Foi um momento particular, tinha assuntos importantes pessoais para atender e precisava ficar perto da minha família. Não era o momento para sair do país, ficar dez dias fora, longe da família e pedi para ser poupado dessa convocação. Ainda assim, pude cumprir com meus deveres no Vasco e segui trabalhando tranquilamente. Pedi para não ir porque pessoalmente não estava nas melhores condições.Todos estavam ciente. Falou-se muito sem falar comigo. Foi só isso", afirmou Martín em entrevista coletiva em São Januário.

Martín Silva explicou os motivos pelo qual pediu dispensa da seleção uruguaiaPaulo Fernandes/Vasco.com.br/Divulgação

Já falando sobre especificamente sobre a participação do Vasco na Série B, Martín frisou que o objetivo principal do elenco é garantir o mais rápido possível o acesso à Primeira Divisão. O goleiro também reconheceu como normal a pressão por parte da torcida pela conquista do título pela história e força que o Cruzmaltino tem no cenário nacional.

"O mais importante é definir o acesso e pensar na Série A. É o que importa para todo mundo, inclusive para a torcida. Quando você vê um time como o Vasco na Série B, há essa pressão, obrigação de brigar pelo título. É normal. Vamos brigar pela responsabilidade de time grande, mas sabemos que ser formos campeões não vai acrescentar nada. O Vasco tem títulos tão grandes e mais importantes. É só para ratificar o papel de time grande na Série B.", finalizou.