Por bferreira

Rio - Por mais que o presidente Eurico Miranda diga que não há pressão sobre Jorginho, a tabela da Série B diz o contrário. Com os triunfos na terça-feira, Londrina e Avaí encostaram, e a vantagem do Vasco para o quinto colocado, que chegou a ser de 10 pontos quatro rodadas atrás, pode cair para apenas dois. Para isso, basta o Náutico vencer fora de casa o Luverdense e o Cruzmaltino tropeçar no sábado diante do Paraná, em Cariacica.

Nenê sabe que o Vasco precisa melhor seu rendimentoPaulo Fernandes/Vasco.com.br/Divulgação

A equipe vascaína poderá entrar em campo mais tranquila ou mais pressionada, dependendo do resultado dos pernambucanos, que podem tirar o segundo lugar na tabela pelo saldo de gols. De qualquer jeito, a vitória diante do Paraná é imprescindível para evitar uma situação mais desconfortável nesta reta final de Série B (além do Náutico, o Bahia, com 49 pontos, pode encostar).

Cobrados por Eurico na segunda-feira, comissão técnica e jogadores sabem que precisam melhorar em campo para não complicar uma volta à Primeira Divisão que parecia tranquila.

TORCIDA A FAVOR

Um ponto a favor do Vasco é que o Paraná, além de viver má fase na Série B — perdeu quatro dos últimos cinco jogos —, jogará longe do seu estádio. Ou seja, o time de Jorginho terá o apoio dos torcedores, em Cariacica, mesmo jogando fora de casa.
“Precisamos da torcida nos apoiando. Se não for na técnica, tem que ser na raça”, disse Nenê.

Você pode gostar