Por jessyca.damaso

Pelotas - Ciente de que um jogo no interior do Rio Grande do Sul é cercado de pressão, o Vasco entrou em campo neste sábado contra o Brasil de Pelotas, precisando conquistar os três pontos para se manter vivo na disputa pelo título da Série B do Campeonato Brasileiro. No primeiro tempo a equipe carioca teve muita dificuldade de criar boas chances e acabou sofrendo o primeiro gol, marcado pelo Diogo Oliveira para o time gaúcho. A equipe reagiu no segundo tempo, empatou, mas foi castigada no fim e foi derrotada fora de casa por 2 a 1.

O Vasco retorna aos gramados na próxima terça-feira, diante do Luverdense, às 21h30, na Arena Joinville. Com derrota para o Brasil de Pelotas, o Cruzmaltino se manteve com 58 pontos e se complicou na luta pelo título.

O JOGO

Em jogo truncado, o Brasil de Pelotas teve a primeira chance do jogo, assustando assim, o time vascaíno. Logo nos primeiros minutos, Diogo Oliveira finalizou de fora da área e Martín Silva espalmou para escanteio, fazendo boa defesa. Na sequência, no escanteio, Washington cabeceou, e o goleiro uruguaio afastou o perigo novamente.

O Vasco levou 2 a 1 do Brasil de PelotasCarlos Gregório Junior/Vasco.com.br/Divulgação

O Vasco teve muita dificuldade de se defender e colocar a bola no chão para armar a saída de bola. Com isso, o Brasil foi pressionando, aos trancos e barrancos e aos 26 minutos do primeiro tempo, depois de tanto procurar o gol, a equipe gaúcha achou. Diogo Oliveira recebeu na intermediária do ataque, ajeitou e bateu colocado de perna esquerda, acertando o ângulo do goleiro adversário. Fazendo assim 1 a 0.

Mesmo mantendo a posse de bola no meio de campo, o Vasco errou muitos passes, permitindo contra ataques. Já o Brasil de Pelotas se postou em seu campo de defesa, dificultando as infiltrações do time visitante. O Vasco terminou o primeiro tempo do jogo sem dar muito trabalho à equipe da casa.

Atrás no placar, o Vasco precisava sair para buscar o empate para manter a chance de título na competição. E aos três minutos do segundo tempo, Nenê recebeu pela esquerda e fez grande jogada. Entrou na área driblando os marcadores, acionou o volante Douglas Luiz, que mandou uma bomba no ângulo, empatando a partida para a equipe carioca.

O gol acordou o Vasco. Aos 13 minutos, em lance esquisito, Nenê acionou William na ponta esquerda. O volante dominou, mas na hora que tentou cortar o marcador, acabou torcendo o próprio tornozelo e caiu sentindo dores. Após a lesão, o jogador foi substituído por Bruno Gallo.

Perto do fim da partida, aos 41 minutos, a equipe carioca sofreu um castigo. Ramon recebeu na entrada da área e deu belo passe para Marcos Paraná chutar forte no ângulo direito de Martín Silva, sem chances de defesa. Sem muitas alternativas, o Vasco até tentou novamente o empate, mas esbarrou na defesa rival e acabou derrotado por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 x 1 Brasil de Pelotas

Estádio: Bento Freitas (RS)
Arbitragem: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS)
Renda/Público: -
Cartões Amarelos: Leandro Camilo (Brasil de Pelotas); Douglas Luiz (Vasco); Washington (Brasil de Pelotas); Madson (Vasco)
Cartão Vermelho: -
Gols: Diogo Oliveira (Brasil de Pelotas, aos 26' do 1ºT); Douglas Luiz (Vasco, aos 3' do 2ºT); Marcos Paraná (Brasil de Pelotas, aos 41' do 2ºT)

VASCO: Martín Silva; Madson, luan, Rodrigo e Julio Cesar; William (Bruno Gallo), Douglas Luiz, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Thalles) e Éderson (Júnior Dutra). Técnico: Jorginho.

BRASIL DE PELOTAS: Eduardo Martini, Weldinho, Cirilo, Leandro Camilo e Marlon; Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira (Marcos Paraná) e Felipe Garcia; Ramon (Gustavo Papa) e Jonatas Belusso (Nem). Técnico: Rogério Zimmermann.

Você pode gostar