Por sarah.borborema

Rio - A agonia para garantir a vaga na elite do futebol brasileiro ainda não acabou. Em busca das duas vitórias que faltam, o Vasco enfrenta o Luverdense hoje, às 21h30, em São Januário, muito pressionado. Ao perder na rodada passada para o Brasil de Pelotas, o time de Jorginho praticamente deu adeus à luta pelo título e viu o quinto colocado (Náutico) se aproximar perigosamente: está a quatro pontos apenas. Por isso, uma vitória em casa virou necessidade para não se complicar na Série B.

Luan lamentou a situação complicada do VascoDivulgação

Antes com 94% de chances de subir, o Vasco agora tem 87%. Como o número é alto e o clube ainda depende apenas de si, a situação parece sob controle. Mas pode ficar delicada em caso de novo tropeço. Pressionado, o elenco vascaíno já está resignado quanto à perda do título e se preocupa em garantir logo a classificação à Primeira Divisão, antes que se complique.

"Sabemos que o objetivo era liderar de ponta a ponta. Não conseguimos, mas era para mantermos essa gordura. Era para eu estar aqui hoje (ontem) falando praticamente classificado para a Série A. Mas o que tem na minha frente é o Luverdense, time que está tentando se aproximar do G-4. E eu sou o Vasco, time que vai lutar para vencer e subir", disse Luan.

Ele não acredita que o time esteja sofrendo com a pressão de garantir o acesso à Série A. "Pressão temos desde janeiro, quando nos apresentamos. Sabíamos que seria um ano assim. Nós nos colocamos na Segunda Divisão", lembrou o zagueiro.

TRÊS DESFALQUES

O técnico Jorginho terá de fazer três mudanças na equipe para a partida de hoje. Com a seleção uruguaia, Martín Silva será substituído por Jordi. Já Madson e Douglas estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Yago Pikachu jogará na lateral direita e Diguinho ou Bruno Gallo entrará no meio de campo.

Você pode gostar