Vasco esquece caso Jean-Gilberto e pensa apenas na Portuguesa

Clube está esperando a definição do TJD sobre se haverá denúncia ou não para julgar possível irregularidade na escalação dos jogadores

Por O Dia

Rio - A semana é decisiva para a classificação à semifinal da Taça Guanabara, mas o Vasco tem que dividir sua atenção entre campo e tribunal. À espera da definição do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) sobre se haverá denúncia ou não para julgar possível irregularidade na escalação de Gilberto e Jean contra o Resende, o elenco tenta se concentrar na partida contra a Portuguesa, sábado, em São Januário.

Alheio às questões burocráticas, os jogadores querem apenas a vitória. Ainda assim, ficam na esperança de que tudo seja resolvido no campo. "Eu procuro não me envolver. Isso é com o jurídico, a direção... Temos certeza de que vão tomar as providências para não perdermos pontos. Com a vitória, vamos nos classificar", disse Luan.

Além de pendência jurídica envolvendo o Vasco%2C Luan sofre com dores no péPaulo Fernandes/Vasco.com.br

Após receber ofício do TJD, a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) confirmou que responderá ao procurador André Valentim até amanhã, com a documentação necessária. Se for constatada irregularidade na inscrição dos dois jogadores, a procuradoria vai fazer uma denúncia contra o Vasco. A ideia é acelerar o processo para que, em caso de necessidade, o julgamento seja realizado na próxima semana.

Com a possibilidade de perder seis pontos, o Vasco pode ser eliminado mesmo se vencer a Portuguesa. Interessados no caso, Resende e Volta Redonda acompanham atentamente, mas sem se manifestar publicamente, com receio de sofrer possíveis retaliações da federação. Os grandes clubes também estão de olho.

PROBLEMA NO PÉ

O zagueiro tem outra preocupação na cabeça. Ele convive com dor no pé direito desde a pré-temporada e ainda não sabe se precisará passar por cirurgia: "Realmente dói, incomoda, mas tenho conseguido suportar. Tenho uma conversa marcada com o médico. Não sei dizer o que é melhor agora. Nunca fiz cirurgia, e espero não ter que fazer".