Pressionado pela torcida vascaína, Cristóvão Borges pede tempo

Técnico foi bastante hostilizado no jogo com o Flamengo no último sábado

Por O Dia

Rio - Após a eliminação na Taça Guananara, o técnico Cristóvão Borges foi muito vaiado e está sob pressão por parte da torcida. Em seis jogos na competição, a equipe perdeu três e venceu os outros três.

Cristóvão Borges tem auxiliado na montagem do elencoPaulo Fernandes/Vasco.com.br/Divulgação

"Os contratados, quase todos, estavam sem jogar há muito tempo. Temos que prepará-los para jogar, mas fazemos isso durante o campeonato. É um trabalho de dois meses na montagem da equipe, recebendo os jogadores nessas condições. Requer tempo", disse.

A diretoria vascaína chegou a um acordo com o Bahia e deve anunciar Bruno Paulista, que está emprestado ao Sporting, em breve.