Cristóvão Borges lamenta novo tropeço, mas faz elogios a estreia de Luis Fabiano

Vasco ficou no empate de 2 a 2 contra o Macaé pela Taça Rio no Engenhão

Por O Dia

Rio - Novamente vaiado pela torcida do Vasco, após outro tropeço, Cristóvão Borges não gostou do rendimento da equipe e do resultado de empate conseguido diante do Macaé no Engenhão. O técnico vascaíno admitiu a situação difícil enfrentada por ele no comando da equipe de São Januário.

Cristóvão lamentou novo tropeço do VascoErnesto Carriço / Agência O Dia

"Eu procuro focar no meu trabalho, no que é preciso, que é muita coisa. Não é um trabalho fácil. Justamente pelas circunstâncias. Lógico que isso não é uma coisa agradável, não é assim que eu desejaria que tivesse acontecido, mas não é do meu controle. Tenho que trabalhar, fazer com que a equipe jogue. O desejo do torcedor é o nosso. Precisamos de resultado, por isso ficamos pressionados à medida que isso não acontece. É resultado o que está todo mundo esperando", afirmou.

A estreia de Luis Fabiano agradou Cristóvão. Apesar do tropeço e do Fabuloso ter passado em branco, a resitência do atacante, que atuou os 90 minutos, foi elogiada pelo técnico.

"Ele me surpreendeu, porque não imaginei que conseguisse jogar o jogo inteiro. Estava muito calor, e a equipe estava desencaixada. Lógico que sente mais dificuldades. Como é um jogador experiente, teve participação muito boa. Deu bons passes. Vai melhorar, porque precisa disso: mais treinos e mais jogos", disse.