Esquecido por Cristóvão, Andrezinho ganha espaço no Vasco com Milton Mendes

Jogador lembra do período de frustração: 'não estava nem sendo relacionado. Foi uma situação que me chateou muito'

Por O Dia

Rio - Não foi só um escândalo na vida pessoal que atormentou Adrezinho no início deste ano. O jogador, que esteve entre os que mais entraram em campo pelo Vasco na temporada passada, perdeu o espaço com o ex-técnico Cristóvão Borges. Além disso, o meia chegou a não ser relacionado para o banco de reservas do Cruzmaltino, o que, segundo ele, é raro em sua carreira.

Andrezinho tem contrato com o Vasco até 2018Carlos Gregório Jr / Vasco.com.br / Divulgação

"Não estava nem sendo relacionado. Acho que a última vez que nem fui relacionado para uma partida, eu tinha 17 anos. Não tenha dúvida (que incomodava). Até porque, como eu disse, eu sou um jogador experiente, que já participei de vários grupos campeões, com vários títulos. Sempre trabalhei para defender a minha instituição. Pelo Vasco eu sempre me doei 100%. Foi uma situação que me chateou muito, até porque fui um dos três que mais jogou ano passado, e você ficar fora de relação, isso machuca", disse em entrevista à Rádio Brasil.

Da desconfiança de Cristóvão Borges para a aposta de Milton Mendes, Andrezinho reencontrou seu espaço na equipe de São Januário. Nas duas partidas comandadas pelo novo treinador, contra o Madureira e o Flamengo, o meia começou como titular.