Tempo de mudanças! Nenê e Rodrigo devem deixar o Vasco nos próximos dias

Insatisfeito com a produção de alguns medalhões no Estadual, o presidente Eurico entrou em cena e deu carta branca ao técnico Milton Mendes

Por O Dia


Rio - O Vasco deve passar por importantes mudanças até a estreia no Campeonato Brasileiro, dia 14 de maio, contra o atual campeão Palmeiras, em São Paulo. O zagueiro Rodrigo e o meia Nenê são os jogadores mais cotados para deixar o grupo após a eliminação no Carioca. Mas outros atletas podem embarcar na barca nas próximas semanas.

Apesar de ter contrato até o fim de 2018, Nenê já deixou claro seu desejo de jogar no futebol paulistaPaulo Fernandes / Vasco.com.br / Divulgação

Insatisfeito com a produção de alguns medalhões no Estadual, o presidente Eurico Miranda entrou em cena e deu carta branca ao técnico Milton Mendes para ajustar a equipe dentro de sua exigente linha de trabalho. Aqueles que não se enquadrarem podem deixar o clube.

A começar pelo capitão Rodrigo, 35 anos, que após quatro temporadas na Colina está muito desgastado internamente. O estilo provocador do experiente zagueiro, que já vestiu a camisa cruz-maltina por 173 vezes, e a má fase técnica desagradam cada vez mais à diretoria. Ainda mais após ele pedir uma semana de licença para resolver problemas particulares em São Paulo, justamente no período em que o técnico vai trabalhar a preparação física do grupo para o Brasileiro.

Atitude que praticamente selou a sua saída do clube. Com a subida do garoto Ricardo Graça para os profissionais, que é considerado no clube como o sucessor de Luan, e a chegada de um novo zagueiro, provavelmente Anderson Martins, que está perto de conseguir sua liberação do Umm-Salal, do Catar, a porta de saída ficou escancarada para Rodrigo.

Nenê também pode seguir o mesmo caminho. Apesar de ter contrato até o fim de 2018, ele já deixou claro seu desejo de jogar no futebol paulista para ficar mais perto dos filhos. A falta de compromisso do meia com o esquema tático também teria decepcionado Milton Mendes, que já busca outras alternativas.