Kelvin explica função em campo e vê clássico como mais uma 'final' do Brasileiro

Vasco vai enfrentar o Fluminense neste sábado em São Januário

Por O Dia

Rio - Após um período se recuperando de lesão, o atacante Kelvin reapareceu e teve atuação bastante positiva na vitória do Vasco contra o Bahia. O atleta começou no banco e entrou na partida, deixando o veterano Nenê entre os reservas até o fim do jogo, sendo assim preterido por Milton Mendes. O jogador explicou que faz uma função diferente da realizada pelo camisa 10.

Kelvin falou sobre clássico de sábadoPaulo Fernandes/Vasco.com.br

"Foi uma responsabilidade grande entrar no lugar do Nenê, mas também por ter recebido a oportunidade. Quem entrar vai sempre correr do último ao primeiro minuto para ajudar. Mas não jogo na posição do Nenê, fico mais pelo lado (Mateus Vital fez a função de Nenê).", afirmou.

No próximo sábado, o Vasco enfrenta o Fluminense, naquele que é o primeiro clássico carioca do Brasileiro. Kelvin admitiu que a partida tem um sabor diferente, mas disse que quer o Gigante entendendo que no Brasileiro, o duelo é mais uma das decisões que a equipe terá na temporada.

"Será um jogo difícil, mas normal para o Brasileiro, em que todas as partidas são complicadas. O Bahia foi um jogo difícil, havia feito 6 a 2 no Atlético-PR. O Fluminense é outra pedreira. Encaramos como um clássico, mas em casa, com o apoio da nossa torcida, temos que ter a mesma intensidade.", disse.