Jovens brilham, Vasco goleia o Vitória e desencanta fora de casa no Brasileiro

Gigante conquistou os seus primeiros três pontos longe da Colina

Por O Dia

Bahia - Demorou, mas quando saiu foi com goleada. Pela primeira vez no Campeonato Brasileiro, o Vasco conseguiu conquistar três pontos fora de casa. Contra o Vitória, a equipe de São Januário levou a melhor. A vitória de 4 a 1 no Barradão fez a equipe carioca colar novamente no G-6 da competição.

O zagueiro Kanu teve participação decisiva na partida. Com dois gols, um a favor e outro contra, ele passou de vilão a herói para a torcida do vitória. Porém, os atacantes vascaínos também tiveram papel muito importante no duelo. Thalles, os jovens Paulo Vitor e Guilherme Costa fizeram os gols que selaram o triunfo vascaíno.

O resultado conquistado em Salvador é mais importante ainda porque faz o Vasco recuperar os pontos perdidos na derrota para o Flamengo, em São Januário. Além de melhorar a campanha dos cariocas fora de casa. Antes, o Gigante só tinha conquistado um ponto longe dos seus domínios, contra o Coritiba.

Na próxima rodada, o Vasco enfrenta o Santos, no domingo, no Engenhão. Já a equipe baiana encara o Palmeiras, em São Paulo, no mesmo dia.

Vasco goleou o Vitória por 4 a 1Divulgação

O JOGO

Em campo, o jogo começou com os times bem ligados e dispostos a atacar. Nos primeiros minutos, o Vitória pressionou e desperdiçou com o meia Cleiton Xavier, parado pelo goleiro uruguaio Martín Silva, e com o zagueiro Rafael Marques, que acertou uma cabeçada no travessão.

Mas foi o Vasco que saiu na frente com um gol contra de Kanu, aos 13 minutos. O meia argentino Escudero chutou cruzado pelo lado esquerdo e o zagueiro do Vitória tentou afastar, mas furou e a bola bateu no seu pé de apoio para ir para o fundo das redes do goleiro Fernando Miguel.

A partir daí, o jogo deu uma esfriada graças ao posicionamento mais defensivo do Vasco. Só depois dos 30 minutos que o Vitória passou a atacar com mais assiduidade. Só que novamente foi pouco preciso - Carlos Eduardo, René, André Lima e David foram alguns que não conseguiram superar Martín Silva antes do intervalo.

Para o segundo tempo, o técnico Alexandre Gallo apelou para dois atacantes que estavam no banco de reservas - Neilton e Paulinho. Com eles, o Vitória foi mais incisivo no ataque, mas só conseguiu o empate aos 25 minutos. E foi a redenção para Kanu. Após escanteio cobrado curto, Patric cruzou e o zagueiro cabeceou no meio da área. Jomar tentou cortar, mas a bola bateu em Kanu e entrou.

O Vasco não se abateu e pouco depois conseguiu o segundo gol. Em contra-ataque, aos 29 minutos, Guilherme deu um passe perfeito para Thalles, que deu belo drible em Fernando Miguel e tocou para o gol vazio. Em vantagem, o time carioca levou só um susto em um gol anulado de Kanu e garantiu a goleada em dois ataques precisos nos últimos minutos - com Paulo Vitor, aos 46, e com Guilherme Costa, aos 49.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 1 X 4 VASCO

Estádio: Barradão, em Salvador (BA)
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Renda/público: R$ 67.071,50/5.629 torcedores
Cartões amarelos: Fred, Carlos Eduardo, Geferson, Kanu (VIT) e Wellington, Thalles (VAS)
Cartões vermelhos: -
GOLS: Kanu contra 13'/1ºT (0-1), Kanu 25'/2ºT (1-1), Thalles 29'/2ºT (1-2), Paulo Vitor 45'/2ºT (1-3) e Guilherme Costa 49'/2ºT (1-4)

VITÓRIA: Fernando Miguel, Patric, Kanu, Ramon (Fred 10'/1ºT) e Geferson; Renê (Paulinho 16'/2ºT), Cleiton Xavier, Yago (Neilton 11'/2ºT) e Carlos Eduardo; David e André Lima. Técnico: Alexandre Gallo.

VASCO: Martin Silva, Madson, Rafael Marques, Jomar e Ramon; Jean e Wellington; Yago Pikachu (Paulinho 47'/2ºT), Wagner e Escudero (Guilherme Costa 16'/2ºT); Thalles (Paulo Vitor 41'/2ºT). Técnico: Milton Mendes.

Com informações do Estadão Conteúdo