Martín Silva negocia renovação e garante não pensar em sair do Vasco

Ao contrário de Nenê, goleiro uruguaio afirma que não há nenhuma proposta que o faça pensar em jogar por outro clube no mundo

Por O Dia

Rio - Se Nenê pode deixar o Vasco por conta de não ser utilizado pelo técnico Milton Mendes, o goleiro Martín Silva pretende renovar seu contrato até 2020 e afirma que não existe proposta que o faça parar de pensar no Vasco.

Martín Silva é um dos pilares do time do VascoPaulo Fernandes/Vasco.com.br/Divulgação

Apesar de afirmar que ainda não finalizou as negociações, o uruguaio afirmou que ficaria feliz com a possível renovação. Apesar de reconhecer que recebeu propostas até mesmo do exterior, garantiu que pretende ficar no Cruzmaltino.

"Tomara que tenha um final feliz para as duas partes. Mas é claro que eu quero renovar meu compromisso com este clube. A extensão do contrato seria um reconhecimento muito bom para mim. Eu estaria agradecido. No início do ano, tive proposta do exterior, mas na minha cabeça não passava sair do Vasco. Não tem proposta que possa tirar minha cabeça deste clube", afirmou o goleiro.

Uma das maiores referências dentro do grupo vascaíno, Martín comentou a punição que o clube recebeu, que o impede de jogar em São Januário. Apesar de lamentar o fato de ter de jogar longe de casa, o jogador garantiu que os objetivos do Vasco seguem os mesmos.

"Não foi uma boa notícia para nós, porque neste Brasileirão a gente estava fazendo bem o dever de casa. Estávamos com uma química especial com a torcida, mas, pelos fatos lamentáveis que aconteceram contra o Flamengo, é lógico que haveria uma punição. Claro que não fomos beneficiados, estávamos tentando identidade dentro de São Januário. É uma pena, porque teve gente que queria prejudicar o clube e conseguiu."

Com a segunda pior defesa do Campeonato Brasileiro, o Vasco enfrenta o São Paulo, nesta quarta, buscando voltar ao G-6 da competição. Com 20 pontos conquistados, está a apenas dois de Palmeiras e Botafogo, que ocupam quinta e sexta colocações, respectivamente.