Ramon ironiza falta de pênaltis a favor do Vasco no Brasileiro: 'Muito estranho'

Equipe carioca vive momento de irregularidade na competição nacional

Por O Dia

São Paulo - O lateral-esquerdo Ramon, do Vasco, ironizou em coletiva de imprensa nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, a falta de pênaltis marcados a favor do clube cruzmaltino até aqui no Campeonato Brasileiro. Sem citar as justificativas para a ausência de marcações, o jogador critica a arbitragem na competição nacional.

"É estranho. Por mais que não tenhamos saldo grande, chegamos bastante na área. Houve lances que não marcaram o pênalti. Foram 20 jogos e nenhum marcado, acho muito estranho", enfatizou o lateral vascaíno.

Ramon falou da ausência de pênaltis para o VascoCarlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Ramon também projetou a forma como o time carioca deveria se comportar e as dificuldades que a equipe encontrará na partida contra o Bahia, no próximo domingo, às 16 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador, válida pela 21ª rodada do Brasileirão.

"Enfrentar o Bahia na casa deles é difícil. Temos que fazer um jogo seguro e consciente, como fizemos contra o Palmeiras. Principalmente defensivamente, temos que ser muito fortes, para saber usar os espaços deles quando precisarem sair para o jogo", complementou o lateral vascaíno.

O elenco do Vasco se reapresentou nesta terça após o empate contra o Palmeiras, domingo, em Volta Redonda, e treinou no Complexo Esportivo de São Januário. O volante Anderson Martins, que participou normalmente dos trabalhos, poderá fazer a sua estreia no time cruzmaltino contra a equipe tricolor baiana.

O Vasco ocupa a 13ª posição no campeonato nacional, com 25 pontos. A posição proporciona ao clube sonhar com uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores - está quatro pontos atrás do Atlético Paranaense, primeira equipe do G6 -, mas também causa preocupação pela proximidade da zona de rebaixamento. Os cariocas estão somente três pontos à frente da Chapecoense (que tem um jogo a menos), primeiro time a aparecer entre aqueles que cairiam para a Série B em 2018.