Integrantes de torcida organizada do Vasco têm prisão preventiva decretada

A decisão da Justiça contempla 69 dos 77 torcedores presos suspeitos de planejar uma emboscada contra rivais do Flamengo

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil do Rio de Janeiro decretou neste domingo a prisão preventiva de 69 dos 77 torcedores da torcida organizada Força Jovem do Vasco que foram detidos no último sábado em flagrante sob suspeita de planejar uma emboscada para torcedores do Flamengo. O flagrante ocorreu um pouco antes do início do jogo entre os dois times no estádio do Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

Integrantes da Força Jovem do Vasco foram presos neste sábadoReprodução Internet

Do total de torcedores detidos, seis eram menores de idade e foram encaminhados para a Central de Garantias-Norte e autuados por ato infracional ao crime de desobediência e pelo artigo 41 B da Lei do Estatuto do Torcedor, informou a Polícia Civil em nota neste domingo.

Após o depoimento, duas pessoas foram liberadas, reduzindo para 69 o número de presos. Eles foram autuados pelos crimes de associação criminosa, corrupção de menores, desobediência a decisão judicial sobre perda ou suspensão de direito e pelo artigo 41 B da Lei do Estatuto do Torcedor.

Neste domingo, todos os detidos haviam sido encaminhados para o Juizado Especial do Torcedor, que converteu a prisão em flagrante para prisão preventiva. Na sede do grupo foram apreendidos com os torcedores fogos de artifício, facas, canivetes, soco inglês e cassetetes. Os 77 integrantes da Força Jovem foram detidos quando se reuniam na sede da torcida do Vasco, no bairro de São Cristóvão, na zona norte do Rio de Janeiro, de onde foram encaminhados para a projeção da 18.ª DP (Praça da Bandeira) no Maracanã.