Por monica.lima

São Paulo - A concorrência está mudando a cara do ranking dos emissores de cartões de crédito no Brasil. As duas maiores, Visa e Mastercard, continuam praticamente empatadas como líderes, mas trocaram de posições em 2014; e uma bandeira de capital nacional, a Elo, tomou o lugar da americana Amex e deixou outra americana, a Diners, ainda mais para trás no ano passado.

Segundo dados do Relatório de Vigilância do Sistema de Pagamentos Brasileiro 2014 do Banco Central, a Visa emitiu no ano 145 milhões de cartões de crédito que foram ativados, e a Mastercard, 149 milhões; no ano anterior, a Visa havia emitido 142 milhões e a Master 140 milhões. Mas a taxa de crescimento da Elo impressiona: a bandeira praticamente dobrou a quantidade de cartões emitidos e ativados no ano passado, para quase 7 milhões.

Com isso, a participação da Elo no total de cartões de crédito emitidos e ativados no ano passado mais que dobrou, de 1,1% para 2% do total. No mesmo período, a Visa sua fatia recuar quase um ponto percentual, para 44,3% enquanto a Mastercard ampliou de 44,7% para 45,6%. As participações das bandeiras Hipercard, Amex e Diners caíram em relação a 2013 e ficaram, respectivamente, em 5,5% 1,8% e 0,4% sobre o total de plásticos de crédito emitido durante o ano passado.

O forte aumento da Elo foi suficiente para superar a Amex mas ainda não a Hipercard, que emitiu em 2014 18,7 milhões — menos do que os 19 milhões de 2013. A Amex ficou em quinto lugar com 5,9 milhões, um milhão a menos do que em 2013. A Diners emitiu pouco mais de 1 milhão, igual a 2013. Em sexto lugar no ranking do BC aparecem os cartões com bandeiras próprias, com 700 mil novos plásticos em 2014, e em sétimo “outros arranjos de pagamento não-especificados”, com 2,5 milhões.

A virada da Elo do quinto para o quarto lugar começou no meio do ano passado. Ao longo dos trimestres seguintes a bandeira veio ampliando a distância. A Elo é a bandeira dos emissores Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal — e tem no seu ecossistema a credenciadora Cielo, os cartões pré-pagos de benefícios Alelo, a de recompensas Livelo e a de compras online Stelo.

Procurada, a Elo não atendeu o pedido de entrevista. A bandeira foi relançada em 4 de abril de 2011. No final do segundo trimestre daquele ano, tinha 25 mil cartões de crédito enquanto a Amex tinha 1,8 milhão.

No entanto, a Elo não está, ainda, crescendo sobre a base da Amex e Diners, mas por méritos próprios, segundo Boanerges Ramos Freire, presidente da Boanerges & Cia. Consultoria em Varejo. “A Amex é uma bandeira voltada para a alta renda e a Elo elegeu como clientes a base da pirâmide”, diz. Recentemente, porém, a Elo anunciou que vai passar a emitir cartões internacionais, o que pode ajudar a conquistar clientes de renda mais alta.

A Elo também tem ocupado espaço na emissão de cartões de débito. Como Hipercard, Amex e Diners não concorrem no débito, a Elo é a terceira colocada. No ano passado, emitiu 44 milhões de plásticos ante 20 milhões em 2013. Ja Visa e Master emitiram menos no ano passado do que no ano anterior.
Segundo a bandeira, hoje são mais de 60 milhões de plásticos emitidos. O número inclui os cartões de débito, mas exclui os que foram emitidos mas não ativados. Considerando apenas os ativados, de crédito e débito, a Elo tinha 56 milhões até o final do ano passado, segundo o BC.

Apesar do forte crescimento, o montante emitido pela Elo nos últimos dois anos ainda representa só 25% dos cartões de crédito emitido (e ativados) por Visa e Mastercard juntas. No caso dos cartões de débito, a participação é maior, chega a 8% — graças a forte rede distribuição de três dos cinco maiores bancos brasileiros juntos por trás da bandeira.

Segundo Rodrigo Rasera, sócio da Cappta, empresa especialista em captura de pagamentos, a participação da Elo nas transações totais (incluindo débito) passou de 4% para 5% do total em dez meses — uma alta de 25%.

A Elo também tem anunciado novas ações para crescer, como a parceria com a Cielo na criação da Cateno Gestão de Contas de Pagamento para explorar as atividades de gestão de contas de pagamento pós-pagas e de gestão da funcionalidade de compras via débito no âmbito dos arranjos de pagamento Ourocard. O capital social total da Cateno será dividido à proporção de 30% para a BB Elo Cartões e 70% para a Cielo.

Você pode gostar