Por parroyo

Em meio a persistentes preocupações com a possibilidade de um  calote da Grécia, que não aceita implementar mais austeridade en troca de ajuda financeira, o dólar fechou em alta ante o real nesta segunda-feira, enquanto o Ibovespa recuou 0,39% na esteira das bolsas externas, em sessão marcada pelo vencimento de opções sobre ações.

O colapso no fim de semana nas negociações visando um acordo sobre a dívida grega levaram o comissário da Alemanha na União Europeia a dizer que chegou o momento de se preparar para um "estado de emergência".

Wall Street reduziu parte das perdas ao longo da sessão, e o S&P 500 fechou em queda 0,46%, com agentes financeiros também avaliando dados econômicos dos Estados Unidos e à espera do resultado da reunião do Federal Reserve na quarta-feira.

"O mercado está cauteloso ante os eventos da semana, com chance de o Fed sinalizar na quarta-feira que não há mais necessidade de manter a política de juro perto de zero, enquanto os ministros das Finanças da zona do euro reúnem-se na quinta-feira, quando podem dar um ultimato à Grécia", disse o operador Alexandre Soares, da Gradual Investimentos.

Dólar

A divisa norte-americana avançou 0,30%, cotada a R$ 3,127 na venda, após atingir R$ 3,139 na máxima e R$ 3,092 na mínima do dia. Nos mercados externos, o dólar operava no terreno positivo em relação às principais moedas emergentes, como os pesos mexicano e chileno.

Operadores lembraram também que há expectativas de ingresso de capitais externos no país diante da perspectiva de altas da Selic. Nesta sessão, houve ainda entradas de recursos após recentes captações corporativas, evitando que a divisa se firmasse em alta durante toda a sessão. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de US$ 830 milhões.

Você pode gostar