Por diana.dantas

São Paulo - O percentual de famílias paulistanas endividadas caiu 9,1% em outubro ante igual período do ano passado, segundo pesquisa mensal da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) divulgada nesta segunda-feira.

No mês, 45,3%das famílias entrevistadas disseram ter algum tipo de dívida, patamar também inferior aos 47,8% apurados em setembro.

Na visão da FecomercioSP, a queda no nível de endividamento das famílias está ligada a um cenário de menor crescimento econômico, com inflação e juros em alta e menor geração de empregos no país.

"Nos últimos meses, o conjunto desses fatores tem deixado o consumidor mais cauteloso na obtenção de novos financiamentos, reduzindo gradativamente o nível de endividamento das famílias", afirmou a entidade, em comunicado.

A quantidade de famílias com contas atrasadas foi a menor desde janeiro de 2012, com 10,7 % apontando a situação, recuo de 8 pontos percentuais sobre um ano antes e de 1 ponto percentual na comparação com setembro.

Segundo a FecomercioSP, o cartão de crédito segue como principal tipo de dívida, utilizado por 63,1 % das famílias analisadas. Aparecem em seguida financiamento de carro (22,4%), carnês (15,6 %) e financiamento de casa (15,1 %).

Você pode gostar