Por parroyo

São Paulo - Em dia de agenda fraca no exterior, o Ibovespa passou por um movimento de ajuste e amargou queda de 1,15%, para os 53.353 pontos no primeiro pregão da semana. O giro financeiro foi de R$ 8,7 bilhões, dos quais R$ 3,08 bilhões se referem ao movimento de opções sobre ações.

Queda no preço do minério de ferro pressionou as ações da Vale, que caíram mais de 3%Agência Vale

O mercado voltou o foco para a China, onde o preço dos imóveis novos recuou mais que o esperado em abril, o que mostra o desaquecimento do mercado imobiliário. “Há ainda o temor pela restrição de crédito às empresas chinesas. Por conta dessas incertezas, o preço do minério de ferro caiu abaixo dos US$ 100, o que não acontecia há cerca de dois anos”, afirmou o estrategista-chefe da SLW Corretora, Pedro Galdi.

A queda na cotação da commodity causou impacto nas ações da Vale, maior produtora global de minério de ferro. A ação VALE5 caiu 3,30% e, como o papel mais negociado da sessão, pressionou o Ibovespa. As siderúrgicas também foram afetadas. As ações da CSN (CSNA3) tiveram desvalorização de 2,57% e as da Gerdau (GGBR4) tiveram retração de 2,17%.

Entre os indicadores domésticos, após dados fracos divulgados na semana passada, os economistas consultados pelo Banco Central revisaram o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, de 1,69% para 1,62%. O mercado prevê que a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), deve fechar em 6,43% e a taxa básica de juros ficará em 11,25% no fim deste ano.

À frente dos ganhos, as ações da MMX (MMXM3) subiram 13,58%. Na outra ponta, os papéis da Fibria (FIBR3) perderam 4,69% após o Goldman Sachs rebaixar a recomendação do papel da companhia para “neutro”.

Estados Unidos

A falta de indicadores econômicos relevantes resultou em uma sessão morna em Wall Street. Os investidores aguardam os discursos dos presidentes regionais do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) nesta semana. Por volta das 17h30, o Dow Jones tinha leve alta de 0,12%, o S&P avançava 0,43% e o Nasdaq tinha alta de 0,91%.

Dólar

No mercado de câmbio, em sessão morna, o dólar caiu 0,21%, cotado a R$ 2,209 na venda.

Você pode gostar