Por parroyo

Sem as operações da BM&FBovespa, que permaneceu fechada nesta quarta-feira devido ao feriado da Revolução Constitucionalista, o mercado de câmbio teve uma sessão morna, com baixa liquidez, e o dólar terminou em leve alta de 0,11% em relação ao real, cotado a R$ 2,217 na venda.

Na avaliação da Correparti, a moeda americana internamente não esboçou reação nem a divulgação do fluxo cambial da primeira semana de julho, negativo em US$ 1,608 bilhão, nem a publicação da ata do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), “cujos efeitos devem ser absorvidos na sessão de amanhã, com a normalização do mercado financeiro doméstico”, disse o gerente de câmbio João Paulo Gracia, em nota.

O Fed confirmou a recuperação da economia dos Estados Unidos no segundo trimestre, após a retração de 2,9% no Produto Interno Bruto (PIB) nos três primeiros meses do ano, resultado do inverno rigoroso no hemisfério norte. A autoridade monetária sinalizou ainda que o programa de compra de títulos pode ser encerrado em outubro. O mercado esperava o encerramento somente no começo de 2015.

Bolsa

Após fecharem por dois dias seguidos no vermelho, os principais índices acionários norte-americanos encerraram com ganhos a sessão desta quarta-feira amparados pelo otimismo sobre o lucro das empresas, que começam a divulgar os balanços do segundo trimestre.

O Dow Jones subiu 0,47%, o S&P elevou 0,46% e o Nasdaq teve alta de 0,63%.

Você pode gostar