Bolsa cai e dólar sobe após o discurso da presidente do Fed

Janet Yellen alerta que alguns setores do mercado estão com pouco espaço para valorização e destaca o lento progresso do setor imobiliário norte-americano

Por O Dia

Na esteira das bolsas americanas, que operam no vermelho, por volta das 13h, o Ibovespa recuava 0,06%, aos 55.708 pontos. A queda da bolsa brasileira ocorre após o discurso da presidente do Federal Reserve (Fed, o Banco Central norte-americano), Janet Yellen, no Senado norte-americano. Em tom menos otimista, Yellen alertou que as ações de alguns setores têm pouco espaço para valorizar e que o mercado imobiliário do país mostra pouco progresso.

O índice passa também por um ajuste técnico natural após ter disparado 1,75% ontem. À frente dos ganhos, Marfrig ON subia 6,50% e, na outra ponta, Duratex recuava 2,51%. Petrobras PN, por sua vez, caía 0,31% e devolvia parte da valorização de 4,49% alcançada na segunda-feira.

Vale lembrar que a pesquisa eleitoral elaborada pelo Sensus, o primeiro dos três levantamentos que devem ser divulgadas esta semana, pode vir a público ainda hoje.

Em Wall Street, a cautela prevalece após o discurso de Yellen. Os investidores preferem comprar títulos do tesouro e, como consequência, os principais índices acionários recuavam por volta das 13h. O Dow Jones perdia 0,11%, o S&P recuava 0,11% e o Nasdaq tinha queda de 0,61%.

No mercado de câmbio, o dólar opera em forte alta de 0,57% em relação ao real, cotado a R$ 2,224 na venda. A moeda americana se fortalece no mundo todo em virtude dos alertas do Fed.

Últimas de _legado_Notícia