Ibovespa segue bolsas americanas e opera no vermelho

Tensão entre EUA e Rússia e ausência da divulgação de pesquisas eleitorais contribui para movimento vendedor na bolsa

Por O Dia

O Ibovespa opera volátil por mais um pregão em meio à ausência de pesquisas eleitorais no noticiário. Por volta das 13h, o índice recuava 0,74%, para os 55.303 pontos, pressionado ainda pela queda das bolsas dos Estados Unidos, onde dados mistos da economia e a tensão com a Rússia espalham cautela entre os investidores.

À frente dos ganhos, JBS ON subia 2,43%, seguida pela Embraer ON, com alta de1,68%. A companhia vai vender para duas empresas chinesas, 60 jatos comerciais do modelo E-190, negociado a US$ 47,7 milhões cada.

Na contramão, Oi PN, que subiu mais de 12% na quarta-feira após a divulgação dos termos de fusão com a Portugal Telecom, devolvia parte dos ganhos ao recuar 3,98%. A agência de classificação de risco Fitch rebaixou, de "BBB-", para "BB+", a notas de crédito da empresa de telefonia e também da Portugal Telecom, que perderam o grau de investimento. 

Vale5 também recuava 1,26% como reflexo da queda de 0,51% no preço do minério de ferro no mercado internacional. A tonelada está cotada a US$ 97,50.

Diante da expectativa pela divulgação de novas pesquisas eleitorais – Datafolha, Sensus e Ibope devem divulgar levantamentos esta semana – Petrobras PN recuava 0,88%.

O setor bancário também pesava sobre o índice. Um dia depois do Morgan Stanley recomendar venda de Bradesco e Itaú, as ações mantém a trajetória de queda e recuavam 0,89% e 0,93%, respectivamente por volta das 13h.

Nos Estados Unidos, o número de pedidos de auxílio desemprego caiu mais que o esperado na última semana, o que mostra a força do mercado de trabalho. No entanto, as construções de casas novas caíram 9,3% em junho e evidencia a lenta recuperação do delicado setor imobiliário do país.

Além disso, após as sanções impostas pelos Estados Unidos às companhias russas, o primeiro ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, ameaçou retaliações. A tensão contribui para a queda das bolsas norte-americanas. Por volta das 13h, o Dow Jones caía 0,30%, o S&P recuava 0,44% e o Nasdaq perdia 0,61%.

No mercado de câmbio, o dólar sobe 1,04% em relação ao real, cotado a R$ 2,246 na venda. De acordo com a Correparti, o avanço da moeda americana reflete a manutenção da Selic em 11% e a atividade econômica de maio, medida pelo Banco Central (IBC-BR), que retraiu 0,18%.

Últimas de _legado_Notícia