Por parroyo

Após um dia de alívio, as tensões geopolíticas na Ucrânia voltam a espalhar cautela pelas bolsas de todo o mundo. No Brasil, o Ibovespa opera volátil pressionado principalmente pelas ações da Petrobras e, por volta das 13h, caía 0,24%, aos 56.479 pontos.

Petrobras PN, que subiu mais de 4% ontem, devolvia parte dos ganhos ao recuar 1,99%. À frente dos ganhos, Souza Cruz ONvalorizava 2,55%. Na contramão, Gol PN tinha queda de 3,14%.

Em meio à agenda vazia de indicadores, a atenção dos investidores está voltada para os balanços corporativos e para as pesquisas eleitorais. O BB Seguridade apresentou avanço de 53,6% no lucro líquido do segundo trimestre, de R$ 845,4 milhões. A ação ordinária da companhia subia 1,12%.

O instituto Sensus pode divulgar, a partir desta terça-feira, um novo levantamento. De acordo com a Guide Investimentos, a volatilidade do pregão reflete ainda o vencimento de índice futuro nesta quarta-feira.

Nos Estados Unidos, as bolsas operavam no vermelho. Um comboio de ajuda humanitária russo segue para a Ucrânia, mesmo após a advertência de países ocidentais para Moscou não entrar em território ucraniano. Por volta das 13h, o Dow Jones caía 0,22%, o S&P recuava 0,31% e o Nasdaq tinha queda de 0,43%.

No mercado de câmbio, o dólar subia 0,12%, cotado a R$ 2,277 na venda.

Você pode gostar