Por parroyo

A disposição da presidente Dilma Rousseff em abrir o diálogo e sinalizar mudanças na política econômica logo após a reeleição parece ter acalmado o mercado financeiro, que claramente apoiava a troca de governo. Impulsionado pelas ações das estatais, o Ibovespa disparou 3,62%, aos 52.330 pontos e recuperou as perdas da véspera. No mercado de câmbio, o dólar caiu 1,94%, cotado a 2,47.

De acordo com a Guide Investimentos, “o mercado parece conceder o benefício da dúvida à próxima gestão econômica”. O ex-presidente Lula fez à Dilma três indicações de nomes para assumir o ministério da Fazenda:   Henrique Meirelles, Nelson Barbosa e Luiz Carlos Trabuco. O desempenho da bolsa nesta terça-feira foi alavancado ainda pela expectativa do aumento no preço da gasolina. A discussão sobre o reajuste dos combustíveis está na pauta da reunião do conselho da Petrobras, que vai acontecer na próxima sexta-feira.

As ações preferenciais da petroleira (PETR4) tiveram alta de 5,18%. Entre as estatais, Banco do Brasil ON avançou 7,17% e Eletrobrás teve alta de 5,59%. À frente dos ganhos, Gol PN disparou 15,49%. Nesta terça-feira, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concedeu às empresas Gol e Tam o direito de realizar vôos entre o Brasil e os Estados Unidos. Na contramão, Usiminas PNA recuou 4,19%.

Entre os resultados corporativos, a Klabin foi afetada pelas variações cambiais e apresentou queda de 96% no lucro líquido do terceiro trimestre, que ficou em R$ 7 milhões. A ação preferencial da companhia (KLBN4) caiu 1,72%. Já a Duratex viu seu lucro líquido cair pela metade no período, para R$ 83,5 milhões, pressionado pelo aumento de despesas operacionais e fraqueza das vendas. O papel preferencial (DTEX3) subiu 0,86%.

A atenção dos investidores se volta para a agenda de quarta-feira, dia em que será conhecida a decisão de política monetária no Brasil e nos Estados Unidos. A expectativa é que o Copom mantenha a Selic em 11%, enquanto o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) deve dar pistas sobre a data em que a taxa básica de juros será elevada.

Nos Estados Unidos, as bolsas encerraram em campo positivo apoiadas nos resultados corporativos do terceiro trimestre acima da expectativa dos analistas. Na agenda, a confiança dos consumidores norte-americanos atingiu a máxima dos últimos sete anos. Entretanto, as encomendas de bens duráveis recuaram 1,3% em setembro. O Dow Jones subiu 1,08%, o S&P valorizou 1,07% e o Nasdaq teve alta de 1,56%.

Você pode gostar