Ibovespa cai quase 2% pressionado por Petrobras

Ação da estatal já acumula perda superior a 14% na semana. Investidores aguardam a divulgação do balanço não auditado a ser divulgado após o fechamento da sessão

Por O Dia

O Ibovespa opera no vermelho nesta sexta-feira pressionado mais uma vez pelos papéis da Petrobras, queamargam perda superior a 14% na semana. Os investidores seguem à espera do balanço não auditado da estatal, que deve ser divulgado após o fechamento da sessão. Na agenda externa, a indústria da China mostrou desempenho aquém do esperado em novembro, o que pesa sobre os negócios. Por volta das 13h, o principal índice da Bovespa caía 1,77%, aos 48.979 pontos.

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3) figuram entre as maiores baixas, com desvalorização de 2,69%. Em meio às investigações de corrupção na estatal, reportagem publicada hoje no jornal “Valor Econômico” diz que a presidente da companhia, Graça Foster, foi informada de irregularidades na estatal por ex-gerente executiva da empresa antes da operação Laja Jato, da Polícia Federal.

Embraer ON recua 3,52%, a maior desvalorização entre os papéis. À frente dos ganhos, Rossi ON passa por ajuste após as fortes quedas recentes e sobe 9,66%.

Nos Estados Unidos, as bolsas operam em campo negativo. A cautela com ativos de risco reflete o fato de a produção industrial da China ter mostrado avanço de 7,2% em novembro, abaixo da projeção média dos analistas, que apontava alta de 7,5%. Por volta das 13h, o Dow Jones recuava 0,42%, o S&P perdia 0,53% e o Nasdaq desvalorizava 0,63%.

No mercado de câmbio, o dólar subia 0,34%, cotado a R$ 2,65 na venda.

Últimas de _legado_Notícia