Preço do minério de ferro recua para perto da mínima de 5 anos

O aumento da produção de grandes mineradoras de baixo custo pressiona a cotação da tonelada da commoditie, cotada a US$ 68

Por O Dia

O preço do minério de minério de ferro caiu mais um pouco em direção ao seu menor nível desde junho de 2009, com um excesso continuando a exercer pressão sobre o mercado, registrando uma queda de cerca de 4% em relação ao valor de sexta-feira da semana passada.

O aumento da produção de minério de ferro de grandes mineradoras de baixo custo, como a BHP, Rio Tinto e Vale, elevou a oferta global da commodite em um momento de crescimento econômico mais lento na China.

A mineradora BHP Billiton, terceira produtora global de minério de ferro, espera que o crescimento do consumo de aço na China possa desacelerar para até meio por cento em 2015, ante cerca de 1,5% este ano.

O Índice de referência do minério de ferro com 62% de ferro para entrega imediata no porto de Tianjin, da China, caiu mais 10 centavos de dólar nesta sexta-feira, para US$ 68,70 a tonelada, bem perto da mínima de cinco anos e meio, de US$ 68, atingida no final de novembro, de acordo com dados compilados pela Steel Index.

O minério de ferro caiu quase 50% este ano, superando as perdas nos preços do petróleo, um mercado também duramente atingido por excesso de oferta.

O presidente-executivo da trading e mineradora Glencore, Ivan Glasenberg, disse na quarta-feira que os preços estão mais baixos, especialmente de minério de ferro e petróleo, muito mais em função do excesso de oferta do que demanda fraca.

Últimas de _legado_Notícia