Por parroyo

O Ibovespa opera com ganhos, nesta quinta-feira, impulsionado pelas ações da Petrobras. Em meio a dados positivos de crédito na China, o preço do minério de ferro tem leve alta, o que reflete de maneira positiva nos papéis da Vale. Por volta das 13h, o principal índice da Bovespa subia 1,82%, aos 48.511 pontos.

À frente dos ganhos, as ações preferenciais da Petrobras subiam 6,24%, seguidas pelas ordinárias, que tinham alta de 5,72%. A estatal divulgou na noite de ontem que pretende divulgar o balanço, não auditado, referente ao terceiro trimestre do ano passado no próximo dia 27 – a confirmação, entretanto, depende da decisão do Conselho de Administração. A apresentação dos números evitaria um "calote técnico" da petrolífera.

Na China, embora a quantidade de empréstimos tenha caído em dezembro na comparação anual, o financiamento social aumentou no último mês de 2014. Além disso, o Banco Central do país afirmou que irá manter “condições apropriadas de liquidez e crescimento de crédito constante” em 2015. Os papéis da Vale refletem os dados e avançavam 2,07% na esteira também da leve recuperação de 0,3% no preço do minério de ferro – cotado a US$ 68 . Na ponta negativa do índice, Klabin caía 0,85%.

Na agenda, o IBC-BR, índice do Banco Central (BC) considerado uma prévia do PIB mostrou alta de 0,04% em novembro, mas acumula retração de 0,12% em 2014. “O IBC-BR foi melhor do que o esperado, apesar da contração forte da indústria em novembro. O dado altera muito o quadro à frente, e o varejo não nos parece que será suficiente para melhorar o ritmo da economia como um todo. Nesse contexto, investidores já precificam um BC menos ‘duro’ contra a inflação”, apontou a Guide Investimentos, em nota.

Nos Estados Unidos, as bolsas operam no vermelho em meio a dados negativos da agenda: o número de pedidos de auxílio desemprego atingiu o maior nível desde setembro, na semana passada, enquanto os preços ao produtor amargaram a pior queda em três meses. Por volta das 13h, o Dow Jones desvalorizava 0,47%.

No mercado de câmbio, o dólar tinha leve alta de 0,03%, cotado R$ 2,622 na venda.

Você pode gostar